Samsung Galaxy S9 Samsung Galaxy S8 Android Oreo
Estas serão algumas das aplicações para os ecrã OLED da marca sul-coreana ©cnet

A Samsung é a maior fabricante mundial de smartphones e dispositivos móveis Android. Além disso, é uma das maiores, senão mesmo a maior fabricante de ecrãs OLED em todo o mundo. Além disso, tal como bem sabemos, é a produtora dos ecrãs OLED que equipam os iPhone X, da Apple. Sobre tal aconselho a leitura de este artigo.

Agora, tal como nos indica a Sammobile, fonte próxima dos desígnios da sul-coreana, os ecrãs Infinity Display poderão, quiçá, integrar outros dispositivos Android. Não se chamarão necessariamente Infinity Display, esse é o nome dado pela marca aos seus ecrãs OLED mas será a mesma tecnologia. Desta forma, a divisão Samsung Display encontra mais um meio para não acumular stock dos ecrãs OLED.

Vê ainda: Samsung Internet. Browser tem novidades, já na Google Play Store

É impossível negar a qualidade, o apelo e a qualidade dos ecrãs Infinity Display. Algo que dota os seus smartphones Android de um toque e aspecto inegavelmente premium. Agora, esses mesmos painéis poderão ser vendidos a outras fabricantes Android, sobretudo agora que são cobiçados por praticamente toda a indústria.

Até agora, os Infinity Displays ou ecrãs sem margens têm sido limitados aos topos de gama da Samsung. Desde o Galaxy S8 ao Note 8, a sua aplicação limita-se a estes modelos topos de gama. A única excepção sendo os dispositivos de gama média/alta conhecidos como Galaxy A8 e Galaxy A8+ (2018). Mas mesmo nesses, não contam com arestas curvas como nos Galaxy S8.

Ecrãs OLED da Samsung chegarão a outras fabricantes Android

Agora, de acordo com a publicação sul-coreana, a The Investor, a divisão Samsung Display deverá fornecer outras construtoras Android com os seus ecrãs OLED. Serão painéis sem margens curvas, tal como aquele que temos nos Galaxy A8 de gama média-alta. Isto porque é bastante mais barato produzir ecrãs planos do que ecrãs com margens curvas. Desta forma, também os dispositivos de gama média, mesmo de outras fabricantes Android, poderão chegar ao mercado com estes ecrãs OLED da Samsung.

Samsung ecrãs OLED Apple iPhone 8 Plus Apple iPhone X
Este é o X, um dos maiores “clientes” da Samsung.

Esta estratégia será implementada pela divisão Samsung Display para manter a sua dominância enquanto principal construtora de ecrãs OLED. Será também uma forma forma para escoar algum do stock que possa eventualmente ficar nos seus armazéns caso o volume de encomendas para o iPhone X venha a diminuir.

Note-se que neste momento a divisão Samsung Display domina o mercado dos ecrãs OLED com uma quota superior a 95%. Agora, como parte dos seus esforços para alargar a carteira de clientes para estes seus componentes, a marca apostará mais nestes ecrãs planos. Desta forma pretendem atrair mais fabricantes Android para a sua carteira de clientes.

Para além disso, tal como há havíamos noticiado na 4gnews, a Samsung voltar-se-á também para o setor automóvel. Sem esquecer ainda as TV’s premium de grandes dimensões que utilizarão grandes painéis OLED. Teremos ainda novos monitores a chegar ao mercado com esta tecnologia.

Todas estas estratégias visam precaver uma possível redução no volume de encomendas do Apple iPhone X. Até à data este continua a ser o principal destino para os painéis OLED da Samsung. Todavia, devido à sazonalidade, o volume de encomendas deverá diminuir gradualmente.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Galaxy S9. Pré-compra começará no dia 28 de Fevereiro

Galaxy S9, o próximo embaixador do Android Oreo da Google?

Galaxy S9+ com Exynos 9810 passa pela Geekbench

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).