Samsung e Apple continuam a liderar o mercado europeu de smartphones

Carlos Oliveira
Comentar

Findo o ano de 2021, começam a surgir vários relatórios que refletem as escolhas dos amantes de tecnologia. Com efeito, foram agora revelados os dados da agência Counterpoint Research com especial foco no mercado europeu de smartphones.

Sem grande surpresa, os dados recolhidos por esta agência dão conta de uma firme liderança das gigantes Samsung e Apple. As maiores rivais no mercado de tecnologia móvel continuam a colher a maior preferência dos consumidores europeus.

Samsung lidera na Europa, seguida bem de perto pela Apple

Os dados agora divulgados pela Counterpoint Research incidem sobre o último trimestre de 2021. Com efeito, os números avançados são o espelho do comportamento do mercado europeu entre outubro e dezembro passados.

smartphones

A liderança do mercado europeu de smartphone continua a cargo da Samsung, com uma quota de mercado de 33%. Valores que, quando comparados com 2020, representam um crescimento de 11%.

Logo atrás da coreana surge a Apple com uma quota de mercado de 32%. Isto permitiu à empresa liderada por Tim Cook registar um crescimento de 8% face ao ano transato, consolidando assim o segundo posto neste grande mercado tecnológico.

Em terceiro lugar, e a uma considerável distância da Apple, surge a Xiaomi com 15% de quota de mercado. Para a tecnológica chinesa, este foi um trimestre negro, já que registou uma queda anual de 17%.

As restantes posições são ocupadas por mais três empresas chinesas. Com efeito, temos a OPPO (7%), Realme (2%) e Vivo (2%) a compor o top-5 europeu no último trimestre de 2021.

Huawei regista queda monumental na Europa

Outrora aspirante à liderança mundial do mercado de smartphones, a Huawei continua a sua trajetória descendente. A Counterpoint Research dá conta de uma queda de 90% durante o ano de 2021 no mercado europeu.

Esta cifra relega a tecnológica chinesa para a oitava posição das empresas mais relevantes na Europa. Note-se que, em 2020, a Huawei ainda segurava a quarta posição neste mercado.

Olhando para o mercado na totalidade, o mercado europeu registou um crescimento de 8% nas vendas efetuadas. Contudo, ainda não foi suficiente para anular a queda de 14% que havia sido registada em 2020 em rezão da pandemia da Covid-19.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.