Apple iOS 16: nova funcionalidade vai agradar a todos os utilizadores

Mónica Marques
Comentar

A Apple vai apresentar oficialmente o iOS 16, na sua conferência WWDC22 que acontece em junho deste ano.

Mas até lá, poderemos contar com muitas revelações online sobre o novo sistema operativo. E agora foi divulgado o design da página que supostamente tem o iOS 16, assim como uma nova funcionalidade, designada por InfoShack, que vai agradar a todos os utilizadores.

Funcionalidade InfoShack pode ser uma das novidades do iOS 16

Será em junho deste ano, na sua conferência WWDC22, que a Apple vai apresentar oficialmente o iOS 16. Muito possivelmente, só mais tarde é que os utilizadores terão acesso à versão estável do novo sistema operativo, como já vem sendo hábito da Apple.
Mas começam a surgir no mundo Web algumas revelações que levantam um pouco o véu do que aí vem da empresa de Cupertino.

Agora o leaker LeaksApplePro divulgou o design de uma página Web que se supõe que seja do iOS 16. E podemos perceber, através das capturas de ecrã, que os widgets do novo sistema operativo vão ser atualizados com funções mais ricas.

Comecemos pela grande novidade revelada pelo referido leaker que se chama InfoShack. Com este recurso, os utilizadores podem aceder às informações de contacto, diretamente no desktop. Mais: a funcionalidade permite também ajustar o brilho do ecrã e até ligar, de imediato, a lanterna. Por outras palavras, esta funcionalidade economiza alguns passos aos utilizadores para acederem a algumas das opções disponíveis.

Estes terminais Apple vão receber a atualização para iOS 16

Entretanto, foram também revelados quais os modelos que vão ter suporte para o novo iOS 16. De acordo com o site iPhonesoft os modelos iPhone 6s, iPhone 6s Plus e o iPhone SE não vão receber a atualização para iOS 16.

Seguindo esta lógica, o iPhone SE 2022 e o iPhone 7 e modelos superiores vão ter acesso ao novo sistema operativo iOS 16.
A confirmar-se esta informação, podemos depreender que o iOS 16 necessita do chip A10 como especificação mínima de hardware.

Por outro lado, percebemos também que a Apple consegue dar uma vida extraordinariamente longa aos seus terminais.
Tome-se como exemplo o iPhone 6s e o iPhone SE que foram lançados em 2015 e 2016, respetivamente e que só agora vão deixar de receber atualizações para se manterem "no ativo".

E parece que a Apple tem também planos para continuar a lançar patches de segurança e suporte para versões mais antigas do iOS, de forma a manter esta estratégia de prolongar a vida útil dos terminais da maçã.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi pode ter mais um trunfo na manga para a série Redmi K50
  • Samsung vai revolucionar o mercado dos smartphones dobráveis com este modelo surpreendente
  • Apple prepara 36 novos emoji e pagamentos com máscara no iOS 15.4
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.