Review POCO F4 GT: o smartphone que carrega na totalidade enquanto bebemos um café

Mónica Marques
Comentar

O POCO F4 GT está equipado com o processador Snapdragon 8 Gen 1 para um desempenho máximo, com suporte para carregamento rápido para levar a bateria dos 0 aos 100 em poucos minutos e com botões retráteis para melhorar a experiência gaming. Mas será que se destaca nestes três pontos?

Passei as últimas semanas com este modelo para responder a estas questões e também para perceber se efetivamente estamos perante um modelo que conjuga um preço mais acessível a uma qualidade surpreendente. Agora convido-te a ler todas as minhas conclusões.

Unboxing: primeiras impressões

POCO F4 GT caixa

Ao abrir a caixa amarela (pouca discreta, mas convidativa) do POCO F4 GT, a surpresa não podia ser melhor. O modelo traz consigo um carregador com suporte para carregamento rápido de 120 watts, uma capa protetora transparente e ainda um cabo USB Tipo-C para carregamentos e transferências de ficheiros mais céleres.

Numa altura em que várias marcas estão a retirar o carregador do pacote de venda, é simplesmente extraordinário que a Xiaomi inclua um exemplar destes na sua caixa que permite um dos carregamentos mais velozes do mercado.

O cabo USB-C é também muito bem-vindo, visto que o caminho dos cabos universais obrigatoriamente passa por aí – pelo menos na Europa, graças à legislação em vigor.

Já a capa é um acessório que dá sempre jeito para evitar "cicatrizes” de quedas acidentais ou, numa perspetiva mais estética, não deixar marcadas as dedadas do manuseamento diário.

Design elegante e muito funcional

POCO F4 GT painel traseiro

Ao primeiro olhar, o design do F4 GT é bastante elegante e discreto. Com uma estrutura metálica, o terminal tem um peso que se sente na mão. Não é excessivo, mas também não é um peso-pluma. Pessoalmente, gosto que os smartphones tenham um peso que se faça sentir nas mãos. Neste caso, o F4 GT tem os gramas certos para não o deixarmos cair, mas sem provocar qualquer tipo de cansaço, mesmo após uma duração mais prolongada.

A capa protetora incluída na caixa faz maravilhas ao tapar e proteger o painel traseiro um tanto ou quanto escorregadio. Permite igualmente que o terminal assente numa superfície plana e fique sossegado – o que nos tranquiliza também.

O sensor de impressões digitais está localizado na lateral direita, sob o botão de bloquear o smartphone. Este é um sensor que funciona mesmo muito bem, acima do que é habitual encontrarmos no mercado. Pode parecer um ponto menos importante, mas é muito útil na utilização diária do equipamento.

Basta um pequeno toque, com a impressão digital definida anteriormente, e este sensor nunca falha; pelo menos, nunca me falhou e mostrou-me, em cada interação, a sua utilidade para uma navegação otimizada e mais confortável.

POCO F4 GT botões retráteis

O POCO F4 GT conta também com dois botões retráteis que são acionados por duas patilhas. Todos estes elementos estão na lateral direita do modelo. Funcionam bem e para os utilizadores adeptos de videojogos, este é um atributo muito bem-vindo.

As maravilhas do carregamento de 120 watts

POCO F4 GT carregador 120 watts

Tal como já referi, o POCO F4 GT inclui na sua caixa um carregador de 120 watts para alimentar a bateria de 4.700 mAh integrada no modelo. Comecemos pela informação básica. Na utilização diária que fiz, a bateria aguentou um dia inteiro sem necessitar de ser ligada à corrente.

Essa utilização diária incluiu navegação na Internet via Wi-Fi, Bluetooth ativado para emparelhamento com outros dispositivos e alguns jogos e vídeos à mistura.

Mas fiquei efetivamente maravilhada quando o liguei à corrente, via carregador de 120 watts. A bateria vai dos 10% aos 100% em apenas 17 a 20 minutos. Para efeitos de comparação, utilizando um exemplo comum da nossa rotina, o POCO F4 GT fica totalmente carregado enquanto bebemos um café.

É certo que, por vezes, o carregador aquece um pouco, mas não a uma temperatura preocupante. Em alguns carregamentos o F4 GT também aqueceu, mas nunca registou uma temperatura que fizesse soar qualquer tipo de alarme. De qualquer forma, este seria um ponto a melhorar.

Câmara capta boas fotos, mas não deslumbra

POCO F4 GT foto exemplo 1

O POCO F4 GT está equipado com uma configuração de câmara traseira tripla com um sensor primário de 64 megapixéis, complementado por um segundo sensor de oito e um terceiro com dois megapixéis de resolução.

Como podemos ver pelos exemplos demonstrados, capta boas fotos. Fornece detalhe e cores vivas, mas por vezes apresenta alguma desfocagem.

POCO F4 GT foto exemplo 2

Na prática, este modelo cumpre com o requisito de fornecer imagens com qualidade, mas não vai responder às necessidades de fotógrafos mais exigentes. Na verdade, este smartphone também não é um terminal direcionado para a fotografia e, como tal, o que resultado que fornece é bastante razoável.

Bom ecrã, mas a qualidade do som tem espaço para melhorar

POCO F4 GT ecrã

O ecrã AMOLED de 6,67 polegadas e resolução Full HD+ (2400x1080 pixéis) fornece uma boa qualidade de imagem. As cores são vivas e realistas. Por essa razão, é um bom equipamento para aproveitarmos alguns tempos livres e ver as nossas séries favoritas.

No entanto, debate-se com alguns cenários escuros. Conseguimos perceber toda a ação que se se passa no ecrã, mas alguns pormenores não são visíveis em cenários mais escuros do enredo. Não é grave, mas mais uma vez, este pode ser um ponto a melhorar.

Diretamente sob a luz solar, o ecrã também se debate, mas este é um facto que vale para a maioria dos terminais móveis disponíveis no mercado.

A taxa de atualização de 120 Hz funciona bem em jogos, proporcionando uma experiência fluida e acima da média.

Já no que respeita ao som, o POCO F4 GT podia ser melhor. A qualidade de áudio é perfeitamente aceitável para séries ou filmes, desde que estes não necessitem de um volume alto e que nos faça vibrar.

Mesmo quando o som é colocado no máximo, o POCO F4 GT não deslumbra, parecendo estar uns valentes decibéis abaixo do que seria desejado. Por essa razão, não é o melhor companheiro para debitar a nossa playlist de música enérgica, capaz de acordar os vizinhos. Aliás, esses mesmos vizinhos vão até agradecer…

Chip Snapdragon 8 Gen 1 não eleva a temperatura do POCO F4 GT

Este modelo POCO tem no seu interior o processador Snapdragon 8 Gen 1. Este chip foi bastante criticado pelo sobreaquecimento gerado em tarefas mais exigentes. No caso do F4 GT, não sofri do problema das “mãos quentes”.

Muito possivelmente, graças ao sistema de refrigeração LiquidCool Technology 3.0 integrado. Verdade seja dita, os jogos que experimentei tinham um nível de exigência razoável, mas ainda assim em outras tarefas também exigentes, o POCO nunca atingiu uma temperatura preocupante.

Pelo contrário, manteve-se sempre à temperatura ambiente, tendo cumprindo com a tarefas pedidas.

Apresenta também um desempenho de qualidade para modelo de uma submarca Xiaomi. Proporciona uma navegação fluida e rápida, sendo que a MIUI 13 (baseada no sistema operativo Android 12) é intuitiva, com algumas particularidades, às quais acabamos por nos habituar. Como por exemplo, o fato de termos de tocar duas vezes no botão Home para sair das aplicações.

No geral, este é um smartphone com um bom desempenho, capaz de responder a algumas necessidades mais exigentes.

Notas finais

Em jeito de conclusão, volto às questões iniciais. O POCO F4 GT tem um desempenho consistente, rápido e fluido. Está num patamar diferente de outros modelos com Snapdragon 8 Gen 1, mas também foi posicionado num segmento de mercado diferente, logo cumpre com o esperado.

Os botões retráteis, especialmente concebidos para jogadores, estão bem posicionados e, ao permitir que sejam configurados ao gosto de cada um, são um atributo muito bem-vindo e competente.

Mas o grande destaque vai diretamente para o suporte de carregamento rápido de 120 watts. Neste ponto, o POCO F4 GT brilha! Carrega muito rapidamente e ver a bateria com pouca percentagem de autonomia não assusta, visto que em menos de 20 minutos vai voltar a ter carga completa.

Sem dúvida alguma, estamos perante um bom smartphone. Para atingir a pontuação máxima, falta afinar alguns pormenores, como o som. Gostaríamos de mais volume e uma qualidade mais nítida. Pode também melhorar as capacidades fotográficas, mas não sendo um modelo especialmente direcionado para esse campo, cumpre na perfeição essa função.

Numa frase, o POCO F4 GT é um smartphone de qualidade que, apesar de não deslumbrar, é capaz de surpreender em alguns pontos cruciais.

A favor

  • Carregamento rápido de 120 watts
  • Carregador incluído
  • Sistema de refrigeração LiquidCool Technology 3.0
  • Design funcional
  • Sensor de impressões digitais bastante eficaz

Contra

  • Carregador aquece durante o carregamento
  • Som com pouco volume

Especificações técnicas:

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1
  • RAM: Até 12 GB
  • Armazenamento: Até 256 GB
  • Câmara: 64 MP + 8 MP + 2 MP
  • Ecrã: 6,67 polegadas, Full HD+
  • Bateria: 4.700 mAh
  • Carregamento rápido: 120 Watts

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt