Redmi AirDots são um sucesso a nível mundial. Os números comprovam-no

Bruno Coelho
Comentar

O mercado de auriculares totalmente sem fios (TWS) continua em franco crescimento. Este é dominado pela Apple que, no primeiro trimestre de 2020, já conta com 41.4% de quota de mercado. Contudo, há novos 'jogadores' na equação.

Sem qualquer expressão há um ano, a submarca da Xiaomi, Redmi, aparece agora como terceira classificada neste mercado. Alcançou uma quota de 7.0%, com 3.1 milhões de unidades expedidas.

Redmi AirDots custam menos de 20€

Esta posição da submarca da Xiaomi deve-se ao sucesso dos Redmi AirDots. Estes são os seus auriculares sem fio baratos, que apresentam bastante qualidade, para uns auriculares totalmente sem fios, vendidos abaixo dos 20€.

Logo abaixo é de destacar a posição da QCY. Esta é uma fabricante com ligação à Xiaomi, e que já vendeu alguns dos seus auriculares na plataforma de crowdfunding Youpin. Conta com 5.6% de quota de mercado, que equivale a 2.5 milhões de unidades vendidas.

Estes ainda são números pouco expressivos quando comparados com a líder Apple, que expediu 18.1 milhões de AirPods durante os primeiros três meses do ano. A Samsung, em segundo, conta com 4.5 milhões de unidades expedidas.

Este é um segmento que certamente vai ser interessante continuar a acompanhar, dada a qualidade de vários produtos que se adquirem por um baixo preço. E certamente a Xiaomi vai continuar a conseguir destacar-se.

Editores 4gnews recomendam:

  • 15 auriculares Bluetooth para desporto e corrida a ter em conta!
  • Xiaomi lança novos auriculares totalmente sem fio com preço imbatível
  • Xiaomi lança dois novos auriculares Bluetooth que tens de conhecer
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.