Realme Pad chegará em breve à Europa para ofuscar o Xiaomi Mi Pad 5

Carlos Oliveira
Comentar

A Realme prepara-se para trazer para a Europa o seu mais recente tablet Android, o Realme Pad. Face ao modelo que a marca desvendou na Índia, a versão para o Velho Continente virá equipada com o processador Snapdragon 870.

Esta informação é veiculada no Twitter pelo leaker @_snoopytech_. Ao expor publicamente as especificações do Raelme Pad para a Europa, nota-se que o processador será diferente e ainda melhor que o do Xiaomi Mi Pad 5.

Realme Pad launching soon in EuropeQualcomm Snapdragon 870 5G10,4" 1200 x 2000 IPS4 + 64 (+external SD-Card)8 MP + 8MP (Front)7100mAh + 18W440g pic.twitter.com/DBLjrOi3N9

— Snoopy (@_snoopytech_) 4 de novembro de 2021

Realme Pad chegará à Europa com melhor processador que o Xiaomi Mi Pad 5

A Xiaomi aqueceu o nosso verão com o seu regresso ao mercado dos tablets Android. Fê-lo com o lançamento do Xiaomi Mi Pad 5 que já tivemos a oportunidade de testar e as conclusões são bastante positivas.

A versão do Mi Pad 5 atualmente disponível no nosso mercado ostenta o processador Snapdragon 860 que lhe confere um desempenho sem entraves. Contudo, o Realme Pad estará uns pontos acima com o uso de um processador ligeiramente superior.

Com a utilização do Snapdragon 870 na versão europeia, esta será a principal diferença do Realme Pad face o modelo original. Note-se que, na Índia, este tablet Android é vendido com o MediaTek Helo G80.

Realme Pad

As restantes especificações do Realme Pad serão as mesmas, o que significa a presença de 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento interno e uma bateria de 7100 mAh com carregamento a 18 W. Já o seu ecrã será de 10,4 polegadas com resolução de 1200 x 2000 pixels.

Tablet da Realme começara nos 239 €

Além do processador, aquilo que faz deste Realme Pad ainda mais interessante é o seu preço. Segundo aquilo que se sabe, este tablet Android será vendido com valores a partir dos 239 €.

O Xiaomi Mi Pad 5 é vendido em Portugal por 399,90 €, sendo consideravelmente mais caro que o preço que se espera para o Realme Pad. Com efeito, o último afigura-se como uma proposta tentadora e com potencial para desviar atenções do produto da sua compatriota.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.