Realme GT: melhor ecrã de sempre num smartphone da marca é confirmado

Bruno Coelho
Comentar

O ano de 2021 promete marcar em definitivo a entrada na “liga dos grandes” por parte da jovem marca chinesa Realme. A empresa pertencente ao conglomerado da BBK prepara-se para lançar o Realme GT 5G, e os detalhes vão sendo revelados a conta-gotas.

A mais recente confirmação chega-nos através do leaker Mukul Sharma. Esta fonte partilhou o cartaz que confirma que o equipamento terá um ecrã Super AMOLED de 120Hz, ao nível dos melhores do mercado.

Na imagem partilhada podemos ver como será esse mesmo ecrã que será plano nas laterais. Haverá espaço para um pequeno buraco no canto superior esquerdo que aloja a câmara frontal, bem como um sensor de impressões digitais embutido no ecrã.

Realme GT terá ecrã Super AMOLED de 120Hz

Xu Qi Chase, vice-presidente a Realme, afirmou recentemente que o smartphone seria o mais barato a combinar estas especificações com o processador Snapdragon 888. Sabe-se que o valor será a abaixo dos 2999 iuanes na China (qualquer coisa como 381 €).

Ao que tudo indica, este smartphone vai chegar ao mercado para ser um rival acérrimo dos Redmi K40 da subsidiária da Xiaomi. O lançamento deste smartphone está agendado para de 4 março na China, mas devemos esperar um lançamento global nos próximos tempos.

Especificações do Realme GT

  • Ecrã AMOLED de 6,8" polegadas com uma resolução QuadHD+
  • Taxa de atualização de 120Hz
  • Processador Qualcomm Snapdragon 888
  • Até 12GB de memória RAM
  • Até 512GB de armazenamento
  • Tripla câmara traseira: 64MP + 13MP (telefoto) + 13MP (ultrawide)
  • Leitor de impressão digital no ecrã
  • Bateria de 5,000mAh com suporte para carregamento a 65W
  • Android 11, Realme UI

Editores 4gnews recomendam:

  • Samsung Galaxy A32 4G é oficial: o segredo está no ecrã
  • Xiaomi regressa aos tablets. Possíveis especificações, preço e imagens
  • Realme 8: sensor de 108MP será revelado em detalhe antes da apresentação
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.