Quantos iPhones estão ativos em todo o mundo? A Apple responde

Filipe Alves

A Apple revelou pela primeira vez quantos iPhones ativos estão em todo o mundo. De acordo com o executivo (CFO) da Apple, Luca Maestri, estão cerca de 900 milhões de iPhones ativos em todo o planeta.

Ainda que a Apple seja uma empresa grande, não deixa de ser impressionante a quantidade de dispositivos ativos estão em todo o mundo ativos. Visto que o preço dos iPhones não é propriamente o mais vantajoso para muitos consumidores, é de impressionar as impressionantes vendas.

Luca Maestri referiu "A nossa base de instalação ativa global do iPhone continua a crescer e alcançou um recorde histórico no final de dezembro. Estamos a divulgar este número agora pela primeira vez; ultrapassou 900 milhões de dispositivos.”

A queda de 15% na venda de iPhones está a deixar Tim Cook preocupado

Tim Cook já referiu que previa um abrandamento das vendas no final de 2018. Porém, a queda tem sido mais forte do que o esperado. Certamente por isso é que vimos um modelo XR a chegar ao mercado.

iOS Android LG G7 ThinQ Samsung Apple iPhone X OnePlus 5TO CEO da empresa de Cupertino referiu abertamente que terão de ajustar o valor do iPhone em determinados mercados. Isto só mostra que chegou o valor em que as pessoas disseram "basta".

O preço dos iPhones não é de todo o mais vantajoso mas o iPhone XR tem possibilidades

Analistas não acreditam no iPhone XR, porém, numa entrevista ao Mad Money, Tim Cook referiu que o iPhone XR é o smartphone que mais bem começou a sua vida dentro da empresa americana. De acordo com as informações, o iPhone XR superou todos os outros equipamentos nos primeiros dias de venda.

Editores 4gnews recomendam:

Será que vale a pena reparar o ecrã partido do telemóvel?

Bug no FaceTime está a ‘aterrorizar’ utilizadores da Apple

Apple poderá lançar serviço de subscrição para jogos ‘à lá Netflix’

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.