Qualcomm revela qual a sua ‘arma secreta’ para bater o M1 da Apple

Bruno Coelho
Comentar

Pronta a revolucionar a indústria de computadores, a Apple deu um passo de gigante no ano passado. A fabricante sediada em Cupertino apresentou o seu system-on-chip, M1, que tem feito as delícias pelo seu desempenho combinado com autonomia de bateria impressionante nos MacBook.

Inesperadamente, não foi a Intel que veio a público dizer que estava pronta para bater as velocidades do M1 no Windows. Mas sim o novo CEO da Qualcomm, Cristiano Amon, segundo a agência Reuters.

O executivo afirma que a Qualcomm está preparada não só para igualar a Apple, como para a bater ao nível do desempenho e gestão de energia. Mas serão apenas promessas do novo executivo, ou tem a Qualcomm potencial para tornar tal promessa numa realidade?

Qualcomm tem equipa de antigos engenheiros da Apple

Ora, segundo o executivo, a arma secreta serão antigos engenheiros da Apple. Estes foram contaratados pela Qualcomm após esta ter adquirido uma empresa que dá pelo nome de Nuvia.

Cristiano Amon
Cristiano Amon, o novo CEO da Qualcomm

Antes de formarem essa empresa, os engenheiros terão trabalhado no desenvolvimento do tão badalado M1. Daí que a Qualcomm pretenda comercializar processadores com o dedo desta Nuvia já a partir do próximo ano.

“Se a Arm, com a qual temos um relacionamento há anos, eventualmente desenvolver um CPU melhor do que aquele que podemos construir nós mesmos, então teremos a opção de licenciar o da Arm”, afirmou o executivo. O tempo dirá se as promessas serão cumpridas.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.