Qualcomm, Google e Microsoft preocupadas com a proposta da Broadcom

Rui Bacelar
Qualcomm Google Apple Microsoft Broadcom
O CEO da tecnológica não considera vantajosa a proposta da Broadcom @cnet

Neste momento os nossos leitores certamente saberão das intenções da Broadcom em comprar a Qualcomm. A casa mãe dos Snapdragon poderia passar para a esfera de influência da empresa norte-americana liderada por Hock Tan. Algo que poderia afetar diretamente a Apple, favorecendo-a. Ora, a Google e a Microsoft expressam novamente as suas preocupações, reiterando a perigosidade de tal aquisição. Por sua vez, o CEO da Qualcomm, Steve Mollenkopf (na foto) está cada vez mais convicto de que tal negócio não ser irá efetuar.

Vê ainda: Vota nos prémios 4gnews! “Melhor Smartphone do Ano, Marca Revelação e Melhor Design”

Tal como avança a XDA-Developers, a proposta de aquisição feita pela Broadcom ronda os 105 mil milhões de dólares. Por este valor, a gigante norte-americana queria, e quer, comprar a Qualcomm.

Contudo, a Qualcomm foi expedita em rejeitar a proposta. Considerando que esta não valorizava a empresa. Em causa estaria o valor da primeira oferta que Steve Mollenkopf considerou demasiado baixo. Ora, na arte do negócio, a primeira oferta é sempre demasiado baixa.

Qualcomm e Broadcom, um novo capítulo que continua a preocupar a Microsoft e Google.

Entretanto surgiram novas notícias que apontavam um novo valor. Um total de 10 dólares por cada ação da Qualcomm.

Posteriormente, numa forte escalada de valores, a Broadcom nomeou todo um novo painel de diretores que entraria em funções assim que a compra fosse finalizada. Estavam reunidos todos os sinais de uma aquisição hostil. Demasiado hostil aos olhos da Google e da Microsoft.

A Qualcomm não perdeu tempo em responder. Apelidando esta ação de uma descarada tentativa de aquisição da sua empresa, somente para a desmantelar. "A nomeação de um novo painel de diretores e a aquisição da empresa teria repercussões severas no mercado mobile e na indústria".

Agora, segundo uma peça da CNBC, a Microsoft e também a Google estão entre as empresas que estão contra esta aquisição pela Broadcom. Apesar de não terem expressado publicamente as suas preocupações, tanto a Google como a Microsoft temem um favorecimento da Apple.

Qualcomm aguarda nova proposta da Broadcom

Aliás, de acordo com a CNBC, tanto a Google como a Microsoft estão perfeitamente cientes de que a Apple sairia a ganhar com esta compra da Qualcomm.

Refere ainda que os as entidades reguladores de mercado vão sondar as principais entidades nesta indústria para poderem emitir um juízo de valor sobre o negócio. Caso as preocupações sejam severas, o negócio não será aprovado.

Apple Broadcom Microsoft Google
Hock Tan, CEO da Broadcom

Neste momento nem a Google nem a Microsoft expressaram publicamente as suas preocupações. Nem o deverão fazer. Isto a pedido da Qualcomm. Esta está à espera que a Broadcom aumente a sua proposta atual de 10 dólares por ação para 70 dólares por acção. Aí sim, seria celebrado o negócio multi-milionário, caso as entidades reguladoras também o aprovem.

Apple seria a principal favorecida. A Google e Microsoft, obviamente, não estão contentes

A peça da CNBC avança ainda que uma compra da Qualcomm pela Broadcom iria por um ponto final, imediato, ao processo que opõe a Qualcomm à Apple. Em causa está o uso indevido de patentes da primeira. Caso a Broadcom passe a "mandar" nos desígnios da Qualcomm, tal conflito seria imediatamente abafado.

O resultado? A Apple poderia contar com Qualcomm para lhe fornecer todo e qualquer componente. Um futuro muito mais tranquilo para a empresa de Cupertino que poderá ter que procurar uma nova fornecedora. Isto se o processo não se resolver da melhor maneira. Provavelmente com um acordo ou indemnização caso os tribunais não decidam em contrário.

Enquanto rivais, é perfeitamente normal que tanto a Google como a Microsoft não queriam que a Apple seja beneficiada. É tão simples quanto isso. Caso a compra vá para a frente, com o fim das hostilidade a Broadcom poderia aquietar a Apple e fazer-lhe todas as vontades.

A Google e Microsoft utilizam vários dos produtos da Qualcomm. Aliás, praticamente todos os Android's, especialmente os topos de gama utilizam um processador Qualcomm Snapdragon da série 800. Os mais económicos, da série 400, 600 ou até mesmo da gama de entrada, a série 200.

Google depende dos processadores da Qualcomm, Microsoft em parte...

Caso a Qualcomm seja comprada pela Broadcom, a Google e a Microsoft temem que a nova dona corte bastante nos fundos disponíveis para pesquisa e desenvolvimento.

Focando-se apenas na construção ou áreas com lucro imediato. Isto seriam más notícias para a Google que depende dos processadores da Qualcomm, diretamente com os seus Pixel e indiretamente com o Android.

Já a Apple, enquanto desenvolvedora e produtora dos seus próprios processadores, ficaria sem dúvida contente ao ver menos uma rival no mercado. Até mesmo a Microsoft que começou a lançar os primeiros computadores com processadores Qualcomm por serem mais energeticamente eficientes do que os da Intel.

Aliás, na semana passada a Qualcomm apresentou os Always Connected PC's. Computadores que trocariam, e trocaram os processadores da Intel pelos processadores da Qualcomm. Algo que torna a Microsoft em parte interessada neste negócio entre a Qualcomm e a Broadcom. A história continua...

Qualcomm e Broadcomm, a história continua...

A CNBC refere que apesar de serem duas enormes empresas mundiais, a nível de valor. A Google e a Microsoft não conseguem sequer rivalizar com a Samsung ou a Apple. Isto no que ao volume de vendas diz respeito. Veja-se que tanto uma como a outro são as maiores construtoras mundiais de smartphones.

Caso queiras, e para não perderes os próximos artigos, listas, dicas e análises, fiquem atentos às nossas redes sociais. Desde a página de Facebook, Instagram e claro, no YouTube. Aqui terás também as nossas LiveCasts semanais todas as segundas-feiras às 21:30, hora de Lisboa. Estas transmissões em directo são posteriormente publicadas sob o formato de PodCast. Para que assim possas desfrutar deste conteúdo em alta-qualidade.

Este tema será cuidadosamente acompanhado aqui, na 4gnews.

Assuntos relevantes na 4gnews:

É oficial! Apple confirma a compra da aplicação Shazam

Huawei Enjoy 7S – Novas imagens revelam o futuro smartphone Android

Samsung Galaxy A8 (2018) e Galaxy A8+ (2018) revelado pela Samsung

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).