PS5: Lançamento foi um fracasso onde menos se esperava!

Abílio Rodrigues
1 comentário

A PlayStation 5 é um bem tremendamente escasso em todo o mundo neste momento, com todas as unidades que vão sendo disponibilizadas a esgotarem em poucos minutos. Mas há uma região onde isso não está a acontecer, e acaba por ser uma enorme surpresa.

Ao contrário do que se passa no resto do mundo, o lançamento da PS5 está a ser um fracasso no Japão, país natal da Sony. Se no resto do planeta a PS5 representa o maior lançamento da marca até à data, acontece o exato oposto no país do sol nascente.

Japoneses não parecem interessados na PS5

Vendas da PS5 no Japão

Segundo um analista do ACE Research Institute, foram vendidas apenas 240 mil unidades da PlayStation 5 nas seis primeiras semanas após o seu lançamento no Japão. Este número é mais baixo do que qualquer outra consola da Sony desde a PSOne à PlayStation 4.

Sabemos que não existem muitas consolas de nova geração no mercado, mas no resto do mundo parecem existir as suficientes para bater todos os tipos de recordes. Será legítimo pensar que ou os japoneses não estão tão interessados na consola ou então a Sony não está a canalizar stock para a região.

Há quem olhe para esta situação e veja uma desvalorização do mercado japonês por parte dos responsáveis pela Sony. Prevê-se que a PS5 venda menos de metade das unidades que a PS4 vendeu no país, que mesmo assim chegou apenas aos 10 milhões.

Podemos receber menos exclusivos PS5 de estúdios japoneses

Tudo isto está a preocupar os fãs japoneses, que dizem que a companhia mudou as suas prioridades desde que Jim Ryan assumiu o controlo da Sony Interactive Entertainment e levou a sua sede para a Califórnia.

A situação agravou-se quando os funcionários japoneses da PlayStation foram quase excluídos do marketing da PS5 e foi cortado o orçamento do Japan Studio. Alegadamente, foi este o motivo que levou à saída recente de vários produtores de renome como Keiichiro Toyama (Silent Hill) ou Teruyuki Toriyama (Demon's Souls).

São más notícias também para os fãs ocidentais dos títulos das companhias nipónicas, uma vez que este desinvestimento pode significar menos exclusivos de casas como a FromSoftware ou a Square Enix.

Mesmo assim Jim Ryan continua a afirmar que o Japão é um mercado de grande importância para a Sony mas apenas o futuro nos mostrará qual será a aposta da empresa na região.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.