Próximos Mac da Apple serão os mais poderosos de sempre

Abílio Rodrigues
Comentar

Depois do sucesso do chip M1 dos novos MacBook Air, MacBook Pro 13 e Mac Mini, a Apple prepara-se para equipar os seus próximos equipamentos Mac com processadores ARM caseiros que podem chegar aos 32 núcleos de processamento.

A companhia liderada por Tim Cook não quer perder tempo, e aponta para o lançamento de novos produtos das suas diversas linhas Mac de forma a agilizar a transição dos CPU Intel para os Apple Silicon.

Apple quer os Mac no topo da cadeia de desempenho

Segundo avança a Bloomberg, os próximos Mac Apple Silicon serão apresentados já durante a primavera, com direito a mais lançamentos no final do próximo ano. Entre as novidades, acredita-se ser possível recebermos os primeiros sucessores do M1 com até 20 núcleos, 16 deles de alto desempenho e 4 orientados para a eficiência.

A contagem de 32 núcleos deve chegar em 2022, altura pela qual poderemos esperar um novo Mac Pro. Estas máquinas mais potentes podem até oferecer 128 núcleos de processamento gráfico, um salto de gigante em relação ao GPU de 8 núcleos do atual M1.

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple tem dois modelos de MacBook Pro com mini-LED para 2021
  • Apple: novos iPhone 12 apresentam alguns problemas de bateria
  • Apple pode vir a substituir o ecrã do teu iPhone 11
Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.