Preços do iPhone 7 e iPhone 7 Plus são alegadamente revelados na China

Filipe Alves
iPhone 7 dummy (Jonathan Morrison)
iPhone 7 dummy (Jonathan Morrison)

Todos os anos temos o mesmo burburinho antes de um novo iPhone bater no mercado, primeiro os rumores, depois as fugas de informação e no dia de apresentação tudo é esclarecido de uma forma clara e objectiva.

Vê ainda: Apple terá de pagar 13 mil Milhões à Irlanda por tentar “escapar” aos impostos da UE

Os smartphones da Apple tem tudo mesmo um valor apetecível, os dispositivos da empresa de Cupertino sempre foram sinónimo de grande investimento no smartphone, principalmente para aqueles que o compram desbloqueado e sem contracto.

Alleged-iPhone-7-Plus-in-Deep-Blue-2

Novas informações de hoje indicam que estes preços continuarão a ser altos no iPhone 7 e iPhone 7 Plus, senão um pouco assustadores. Tem em atenção que estes valores são para a China e apenas fizemos o câmbio sobre a moeda actual, os valores poderão e deverão ser um pouco diferentes, tanto podem subir como descer.

De acordo com a Phone Radar os terminais da Apple terão o valor idêntico aos modelos do ano passado, mas subirão a memória dos equipamentos eliminando a variante de 16GB e 64GB.

Este ano as memórias internas serão de 32GB, 128GB e 256GB um espaço mais do que considerável para um smartphone.

iPhone 7

32 GB – ¥5288 (€711)
128 GB – ¥6088 (€818)
256 GB – ¥7088 (€953)

iPhone 7 Plus

32 GB – ¥6088 (€818)
128 GB – ¥ 6888 (€927)
256 GB – ¥7888 (€1060)
Os preços são de facto assustadores e se por ventura se ajustarem à moeda "por cima" devido aos problemas que o Euro anda a ter ultimamente, poderemos vir a apanhar uma paulada desgraçada se quisermos o novo terminal da Apple no nosso bolso.
Lembra-te que tudo isto são rumores, por isso a pitada de sal é obrigatória, porém, nesta situação consigo perfeitamente imaginar valores idênticos.
Talvez queiras ver:
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.