Xiaomi
Os Powerbanks da Xiaomi são extremamente populares

Os Powerbanks popularizaram-se nos últimos anos e já são um acessório indispensável para a grande maioria de utilizadores de smartphone. A Xiaomi, enquanto construtora prolífera, criou alguns dos powerbanks mais apetecíveis do mercado. Baratos e com boa capacidade, rapidamente se tornaram populares entre os consumidores.

Afinal o que são e de que são feitos os powerbanks? Estes pequenos gadgets mais não são do que baterias recarregáveis portáteis. Uma fonte de energia que podes levar contigo, no bolso, na pasta, de forma prática e conveniente para alimentar o teu smartphone ao longo do dia.

Vê ainda: Xiaomi Mi6 poderá chegar com uma super câmara que grava a 960fps

   

A Xiaomi já é uma das principais construtoras a nível mundial e o seu catálogo de produtos é tão variado como acessível ao grande público. Entre os produtos Xiaomi temos os extremamente populares Powerbanks que, infelizmente, a indústria chinesa se apressou a copiar, vender a preço ainda mais baixo. Acabando também por colocar em risco a reputação da marca.

O CEO da Xiaomi alerta os consumidores para este fenómeno

Xiaomi
Powerbank “Xiaomi” – cópia de baixa qualidade

Lei Jun, atual CEO da marca adverte os consumidores para terem especial atenção aos Powerbanks com o logótipo Xiaomi, um dos produtos que está a ser assolado por uma praga de cópias e imitações de qualidade extremamente baixa, resultado num sério risco para o utilizador final.

“A Xiaomi tem uma grande quota no mercado dos Powerbanks mas cerca de 80% de todos estes Powerbanks são obviamente falsos, meros clones sem o mínimo de qualidade, ou segurança. As mais variadas lojas, em shoppings ou lojas de acessórios, todas elas vendem Powerbanks da Xiaomi, maioritariamente falsos.” -Lei Jun, CEO da marca.

Como detetar um produto falso?

Quando quiseres importar um produto oriundo da China, especialmente este tipo de gadgets comuns e extremamente populares, certifica-te, uma e outra vez, de que estás a comprar um produto original.
Esta tarefa não é fácil. Os vendedores tentam vender a imitação como sendo o produto original e serão extremamente criativos e não se pouparão a esforços para manter o engodo.

Aconselho-te a comprar em lojas com reputação, lojas em que possas ver o feed-back de quem já comprou e onde o vendedor te dê garantias como a de devolução do dinheiro. Nem mesmo as lojas físicas estão isentas de culpa, elas sabem que o consumidor se sente mais confiante ao comprar neste meio tradicional e, amiúde, aproveitam-se dessa confiança. Em suma:

  • Escolhe lojas que mostrem o feed-back dos consumidores
  • Pagamento via PayPal é sempre preferível
  • Lojas com várias imagens e/ou vídeos do produto
  • Lojas certificadas pelas marcas
  • Lojas que te reembolsem/aceitem devoluções
  • Familiariza-te com o produto original para poderes comparar
  • Lojas físicas NÃO são sinónimo de transparência
  • Toda a atenção/cuidado é pouco

Como identificar um Powerbank da Xiaomi genuíno?

Existem alguns pontos cruciais que nos permitem discernir entre o original e cópia. Este método não é 100% infalível (as marcas são cada vez mais criativas ao tentar validar a sua cópia).

  • Cabo USB original não tem o logótipo “USB”
  • Cabo original costuma ser mais curto do que o contra-feito
  • A Xiaomi utiliza baterias da LG nos seus Powerbanks
  • As baterias são cinzentas no artigo original
  • As placas “boards” são azuis no artigo original

O grande risco destas imitações são os padrões de segurança inexistentes. Meia dúzia de baterias recarregáveis, fios raramente isolados convenientemente e uma casca metálica de fraca qualidade. O mercado online é extremamente apetecível pelos seus preços geralmente mais em conta e pela maior oferta, contudo, implicam mais cuidado por parte do consumidor.

Outros temas relevantes:

Dica: Personaliza o teu Android com este guia da Google

Benchmark revela especificações da próxima placa gráfica de topo da AMD!

Samsung Galaxy S8 e Galaxy S8+ voltam a ser fotografados

ViaMi
Fontexiaomitoday
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).