Oukitel C3, o smartphone de entrada que pode ser comprado por 35€

Filipe Alves

O Oukitel C3 é um smartphone que já foi por nós referido algumas vezes, contudo, faço questão de avisar sempre o que o smartphone está ainda mais barato do que o que ele já é!

Este é o perfeito exemplo de como podemos comprar tecnologia por um preço agradável. Quando vais a uma loja de eletrónica quantas vezes é que consegues sair de lá com algo interessante por 35€? Uns headphones quem sabe, mas um smartphone é literalmente impossível.

A Oukitel voltou a fazer uma espécie de parceria com uma loja no AliExpress que trará o Oukitel C3 a 35€, um preço inacreditavelmente baixo.

Se nunca ouviste falar deste terminal deixa-me fazer um rápido resumo. O equipamento conta com um ecrã de 5" polegadas HD, um design super interessante, 1GB de RAM, 8GB de memória interna com possibilidade de expansão via MicroSD com mais 32GB, câmara de 8MP e ainda dual-SIM.

É verdade que as especificações não são super fantásticas mas vamos parar e refletir... 35 euros... Trinta e cinco. Este smartphone normalmente tem o valor de 45€ por isso 10 euros de desconto num smartphone que já é barato é sempre bem-vindo certo?

O dispositivo é vendido em várias cores o que fará da escolha mais aliciante e como não é um grande investimento podes sempre arriscar, nem que fique para smartphone de eventualidade.

Esta promoção traz-te 10 equipamentos por dia a 35€, com o horário a começar às 9 da manhã todos os dias até dia 24 de maio. Lembra-te que esta promoção é Mundial e erás de ser tipo Lucky Luck para sacar o smartphone com redução de preço.

Talvez queiras ver:

  • D€AL: LeEco Le 1 Pro com Snapdragon 810, 4GB RAM, 5.5″ polegadas QHD por 179€ (Promocode)
  • Vernee Apollo Lite com Helio X20, 4GB RAM, sensor ISOCELL e todo em metal chegará por 200€
  • PiPO Work-W9S e Jumper Ezbook 2: Os melhores clones do MackBook Air com Windows 10
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.