OnePlus anuncia as melhores novidades para utilizadores da OxygenOS

Rui Bacelar
Comentar

A OnePlus foi incorporada na esfera empresarial da OPPO em 2021 com parte dessa fusão a contemplar então a utilização de uma interface de marca unificada. Mais concretamente, a OnePlus deixaria cair a sua OxygenOS para abraçar a ColorOS da OPPO.

A decisão não passou despercebida à comunidade de utilizadores e fãs da OnePlus que, de imediato, expressaram a sua consternação através do fórum oficial da marca. Agora, Pete Lau, responsável máximo pela OnePlus, veio anunciar a manutenção da OxygenOS.

Cancelada a fusão da OxygenOS com a ColorOS da OPPO

UnifiedOS ColosOS OPPO OnePlus
Calendarização previamente anunciada pela OnePlus para a fusão das plataformas.

O executivo deu a conhecer as novidades através de uma publicação nos fóruns OnePlus Community, por publicação dedicada, onde deu conta do cancelamento dos planos de adoção da plataforma unificada, o UnifiedOS que se basearia sobretudo na ColorOS.

A garantia foi dada por Pete Lau, CEO e co-fundador da OnePlus, com ambas a interfaces de utilizador (UI's) a manterem a independência, pelo menos de momento. Assim, para todos os fãs da interface própria da OnePlus são excelentes notícias.

Feedback da comunidade OnePlus foi fundamental para a decisão

Thank you for taking OnePlus to new heights in 2021. Here are some updates about what we have to look forward to in 2022! https://t.co/tkmxtIuwGV

— Pete Lau (@PeteLau) 28 de fevereiro de 2022

A OxygenOS granjeou bastantes fãs pela simplicidade, foco no desempenho e funções úteis acrescentadas ao sistema operativo Android tal como ele é disponibilizado pela Google. Longe de ser intrusiva ou pesada, a OxygenOS apresentava um ótimo equilíbrio entre funcionalidades, personalização, agilidade e frequência de atualizações.

Entretanto, tem passado por alguns percalços e tudo apontava para o seu fim após a OxygenOS 12, baseada na mais recente versão do sistema operativo à data. Além disso, assistimos a um migrar de várias funções desta interface para a ColorOS da casa-mãe, bem como para a Realme UI, muito similar a ambas.

O executivo justificou esta decisão, de não absorção da OxygenOS na ColorOS para dar corpo a uma nova plataforma unificada com o feedback da comunidade de utilizadores da empresa que ajudou a fundar.

Resta saber, contudo, se mais além esta decisão não será revertida, mas para já é uma boa garantia para os atuais utilizadores. Em simultâneo a empresa prepara a distribuição da OxygenOS 12, bem como a próxima versão que pode chegar ainda este ano.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com