OnePlus 9 Pro apanhado em benchmarks confirma suspeitas

Filipe Alves
Comentar

O OnePlus 9 e OnePlus 9 Pro serão os próximos topo de gama da marca a serem revelados e começa a ficar na hora de saber um pouco mais sobre os equipamentos.

Ainda que se espere que sejam revelados de forma oficial apenas nos inícios de 2021, o terminal já está certamente quase pronto a ser fabricado em massa.

OnePlus 9 Pro passa por benchmark

OnePlus 9 Pro

De acordo com a mais recente benchmark, um dos próximos OnePlus 9 Pro passou por lá de forma discreta. Com esta passagem, confirma-se que o terminal chegará com uma variante de 8GB de memória RAM. Pelo menos é o que a imagem nos diz.

Vale a pena ainda referir que o terminal conta com um processador a correr "apenas" 1.8Ghz. Isto significa que este modelo pode muito bem estar a ser testado com processadores já lançados pela Qualcomm. Ou então o novo chip com um clock baixo.

Como sabemos que este é o OnePlus 9 Pro

OnePlus smartphone

Antes de começarmos a ter informações sobre os terminais, temos algo que se chama "codinomes". São os nomes códigos dados aos equipamentos para os fazer passar despercebidos.

Há uns dias referimos que já sabíamos os codinomes dos novos OnePlus 9 e parece que essa informação deu-nos o que precisávamos para perceber que este smartphone que passou na Geekbench é um modelo Pro.

  • OnePlus 9- LE2110
  • OnePlus 9 Pro- LE2117, LE2119, LE2120
  • Misterioso smartphone- LE2127

O que esperar do OnePlus 9

OnePlus 9

Há uns dias vimos uma imagem do alegado OnePlus 9. Um smartphone que partilha as linhas dos antecessores, porém, também lhe dá algo novo nas câmaras.

Refere-se que a imagem acima nos mostre o OnePlus 9, assim sendo, é esperado que vejamos em breve outra imagem do modelo Pro e ainda do tal "misterioso" smartphone que referimos acima.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.