NOS destaca-se no combate às alterações climáticas

Bruno Coelho
Comentar

Quem o diz é o CDP – Disclosure, Insight, Action: a operadora NOS recebeu a pontuação A (o nível máximo) no que respeita ao desempenho e transparência no combate às alterações climáticas.

Desta forma, ficou entre as quatro melhores empresas portuguesas participantes. De destacar que foi uma distinção apenas atingida por 283 organizações em todo o mundo, de entre as 18 700 avaliadas pelo CDP em 2022.

Ao obter a pontuação máxima no patamar de Liderança, a NOS superou a média de todas as empresas avaliadas a nível mundial (C), bem como das restantes empresas europeias (B), e em particular do setor de Media, Telecomunicações e Serviços de Data Center (B).

nos

Caso não saibas, O CDP é uma organização internacional sem fins lucrativos, financiada pela União Europeia, que apoia investidores, empresas, cidades e regiões na gestão dos seus impactes ambientais.

Este Programa CDP Clima avalia a divulgação, conhecimento e gestão dos riscos climáticos e as melhores práticas de combate às alterações climáticas, com base nos dados comunicados pelas empresas sobre a sua atividade ao longo do ano.

É o 3.º ano consecutivo que a NOS participa nesta avaliação

Quanto à NOS, é o terceiro ano consecutivo em que participa nesta avaliação. A NOS atingiu a pontuação máxima em vários critérios, nomeadamente no que se refere à inventariação, redução e metas de emissões de gases com efeito de estufa, à gestão de riscos climáticos e à governança do tema na organização.

Em comunicado, a NOS realça que viu as suas metas de redução de emissões aprovadas pela Science Based Targets initiative (SBTi). Estas metas incluem a redução, até 2030, de 90% das emissões de gases com efeito de estufa (GEE) na sua operação própria e em 30% na cadeia de valor, em relação a 2019.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Colabora com a 4gnews desde 2017, e faz parte da redação desde 2019. Come especificações ao pequeno-almoço. brunocoelho@4gnews.pt