Nokia 6
Nokia 6 tem uma boa construção. Mas resistirá aos testes do JeryRigEverything?

A Nokia está, outra vez, presente nas vidas dos amantes de smartphones e telemóveis. Seja através do Nokia 6, 5 ou 3, ou claro, do querido 3310 de 2017, a empresa finlandesa regressou ao mercado em conjunto com a HMD.

O começo de uma nova caminhada deu-se na China mas, depois do que vimos no Mobile World Congress, em Barcelona, no passado mês de fevereiro, a Nokia seguirá esse caminho no continente europeu. E, como foi dito pelos representantes da própria marca, será já durante este segundo trimestre de 2017 que, algures, serão lançados os quatro modelos para o mercado.

Nokia 6

   

Disse quatro mas poderia ter dito cinco. Isto porque, para quem não sabe, o Nokia 6 é composto por duas edições. Uma, mais geral e barata, num tom preto fosco e, por outro lado, uma mais sofisticada e cara, num tom que faz lembrar o Jet Black da Apple. No entanto, disse que seriam cinco mas poderia ter dito seis.

Sim, não é um sonho. Ao que parece, será já a partir do próximo dia 11 de abril que um novo modelo do Nokia 6, em branco, será comercializado na China. Teoricamente, este novo smartphone será exatamente igual aos dois já existentes no mercado, em termos de especificações.

Vê também: Utilizadores reclamam que o Motorola Moto G5 Plus está a “engolir cartões SIM”

Todavia, ainda não se sabe se esta variante cor de neve chegará aos restantes marcados, nomeadamente o europeu. Contudo, o mais provável é que tal venha a acontecer e, como tal, para quem não olhar para a cor negra da melhor forma, há que esperar um pouco mais pela compra do Nokia 6.

Por fim, o seu preço será, no máximo, equivalente ao da versão Arte Black Limited Edition, ou seja, 299€. Assim, esperemos que a nova cor do Nokia 6, bem como as outras e restantes modelos da empresa finlandesa cheguem rapidamente ao mercado europeu.

Outros assuntos relevantes:

Huawei Matebook passa pela GeekBench e revela-se como um poderoso híbrido!

Alcatel Flash (2017): O Smartphone com 4 Câmaras

BQ, Samsung, LG e outras marcas unidas para fortalecer a plataforma Android