Motorola Moto Z2 Force Smartphone
O Motorola Moto Z2 Force é o mais recente Smartphone da marca

Hoje em dia a definição de terror pode ser ilustrada pela queda de um smartphone seguida pelo estilhaçar do eu ecrã / tela. Segue-se ainda o estar sem wi-fi ou dados móveis com o grande final desta trilogia sendo o aviso de Bateria Fraca. Pois bem, hoje tivemos conhecimento de notícias preocupantes para os utilizadores do Motorola Moto Z2 Force.

Vê ainda: Top 5 – Os filmes mais marcantes disponíveis na Netflix

Em 2017 o nosso smartphone é elegante, leve, fino, construído em metal ou vidro. É um autêntico canivete suíço, uma ferramenta de produtividade ou ostentação mas é parte integrante do nosso dia-a-dia. São cada vez mais dispendiosos e só a perspectiva de ter que reparar o vidro do ecrã é arrepiante. Pois bem, e se vos dissesse que o ecrã / tela do Motorola Moto Z2 Force pode riscar…com uma unha?

   

Moto Z2 Force – Afinal, o que é feito da “Force”?

Como já tive oportunidade de analisar, aqui neste artigo de opinião, o novo smartphone da Motorola visa destacar-se dos demais ao tornar o seu ecrã resistente a quedas. Podemos ver o smartphone a sobreviver a quedas no vídeo publicitário da marca mas há algo que nos está a preocupar.

Antes disso, como funciona e no que consiste a tecnologia “ShatterShield“?

Muito sucintamente, a tecnologia ShatterShield destaca este Moto Z2 Force dos demais ao reforçar a ductilidade da película que protege o display em si. A resistência do ecrã é garantida pela utilização de um painel de vidro intercalado com plástico. Mantém assim a resistência a riscos do vidro, temperado com a maleabilidade do plástico, um material dúctil e que será capaz de sobreviver a choques.

Em suma, o toque no ecrã é de vidro mas no seu coração temos um núcleo de plástico que permite ao ecrã / tela, aguentar as forças que normalmente estilhaçam o vidro numa queda.

Tela do Motorola Moto Z2 Force não parte mas risca!

A Motorola quis acabar com os desastres de telas trincadas, rachadas e vidro estilhaçado ao apresentar o primeiro Moto Z Force no ano passado. “À prova de estilhaços” era o slogan do smartphone.

E verdade seja dita, o equipamento sobrevive a múltiplas quedas de diferentes alturas, ângulos e forças. Sobrevive ainda a diferentes testes de tortura e está cá para contar a história. O ecrã ou tela ficam um pouco amolgados ou deformados uma vez que são de plástico mas não estilhaçam, a menos que esse seja mesmo o teu objectivo.

É aqui que é necessário alertar o público. Da mesmo forma que “resistente à água” não é o mesmo que “à prova de água”, consultem aqui os regulamentos e protocolos de certificação IP, torna-se importante discernir entre à prova de quebras ou estilhaços e à prova de riscos, algo que o Motorola Moto Z2 Force claramente não é.

Os primeiros a reparar nesta potencial falha do smartphone Motorola Moto Z2 Force foram os colegas da Android Police, tendo até publicado um curtíssimo vídeo em que mostram o smartphone a fazer alguns ruídos muito estranhos ao tocar na tela.

Smartphone aparenta ser susceptível a riscos

Quando repararam que os seus novíssimos Motorola Moto Z2 Force já não estavam tão brilhantes como no dia em que os receberam, suspeitaram de que algo estaria errado com este novo smartphone.

Simplesmente ao transportar o equipamento no bolso ou até posado na secretária, quase que por magia o smartphone apresentava riscos na tela / ecrã. Em seguida podem ver as fotos partilhadas pela equipa do site.

Como salienta o artigo da Android Police, um Motorola Moto Z2 Force tinha até um profundo sulco após ter passado a unha na tela. E a menos que o jornalista seja parente do Wolverine, parece que a tela deste smartphone risca com muita facilidade.

Em suma, a tela ShatterShield não é feita de vidro mas sim, de plástico. Portanto mentalizem-se de que, apesar de o equipamento não trincar ou quebrar o ecrã / tela, a menos que tenhas muito mas muito cuidado qual Cinderela e seu sapatinho de cristal, o Motorola Moto Z2 Force vai riscar. Ainda que sobreviva a fortes quedas.

“Riscos são subjectivos” diz a Motorola

Na sua resposta oficial ao artigo da Android Police , a Motorola afirma que os “riscos são subjectivos” e que o uso de protectores de ecrã / tela continua a ser recomendado pela marca.

Afirmam ainda que o ecrã ShatterShield deste ano é tão durável quando o utilizado no ano passado. Terminam dizendo que os reviewers e os media receberam unidades iniciais dos primeiros lotes. Posteriormente, ao cliente final chegará um smartphone reforçado neste aspecto.

Características do Motorola Moto Z2 Force:

  • Tela de 5.5 polegadas AMOLEDMotorola Moto Z2 Force
  • Resolução Quad-HD (1440x2560p)
  • Tecnologia ShatterShield
  • Processador Qualcomm Snapdragon 835
  • SoC Octa-core a 2.35Ghz
  • Gráfica Adreno 540GPU
  • 4 / 6GB de RAM
  • 64/ 128GB de armazenamento
  • Expansão via microSD
  • Bluetooth 4.2
  • Câmara principal dupla de 12MP
  • Câmara secundária de 5MP
  • Android 7.1.1 Nougat
  • Bateria de 2730mAh
  • À prova de salpicos
  • Porta USB do Tipo C
  • Disponível em Preto e Branco/Dourado
  • Preço ronda os $756 dólares

Poderoso, sim, mas em 2017 carece dos 6GB de RAM para pelo menos impressionar os consumidores. Não tenho dúvidas de que com a sua UI próxima do Android puro a sua fluidez seja irrepreensível mas com 6GB de RAM conquistava o consumidor mais atento.

Pode isto comprometer o sucesso do Smartphone?

Escusado será dizer que este novo caso de telas susceptíveis a riscos com uma simples unha pode arruinar a sua reputação junto do público mais atento. É um topo de gama digno desse nome mas este seu ecrã levanta algumas preocupações.

A sua nova câmara dupla sim, promete ser superior até alguns dos seus rivais. Temos aqui dois sensores de 12MP. Um deles captura imagens a cores, o outro a P&B compondo depois uma imagem que promete ter mais detalhes. Ideologia igualmente adoptada pela Huawei nos seus P10.

Para mais informações sobre esta marca e tudo sobre tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

Qual a tua opinião sobre esta questão? Preferes um ecrã / tela que não risque ou um painel que não quebre?

Outros assuntos relevantes:

Samsung Galaxy C7 (2017) com câmara dupla está aí a chegar!

Asus ZenFone 4: Novos ZenFone serão anunciados dia 19 de agosto

Xiaomi Mi 6 Mercury Silver foi fotografado. E que elegante ele é!