Moto G5
Moto G5 passa pelo teste de resistência do JerryRigEverything!

Um mês se passou desde a apresentação oficial dos novos Moto G5 e G5 Plus, que ocorreu em Barcelona durante o Mobile World Congress 2017. Várias foram as reações quanto ao dispositivo, tendo como principal ponto critico o seu design pouco consensual.

Pois bem, hoje vimos esclarecer mais uma dúvida: é ou não, o Moto G5, um dispositivo bem resistente? Para responder a esta pergunta, vamos recorrer ao video do JerryRigEverything, que partilhou hoje no seu canal do Youtube, onde revela como se aguenta o Moto G5 ao passar por todos os seus testes.

Ver ainda: Porque é que utilizadores Motorola Moto são os mais felizes do mundo!

   

Ao começar o video, o autor do mesmo dá logo a notar que este terminal tem a excelente vantagem de trazer uma bateria removível, algo que é pouco visto nos dias de hoje, com a maioria das empresas a apostar em baterias fixas e soldadas, em construções completamente seladas.

Para o primeiro teste, o Moto G5 terá de passar por uma série de arranhões. Nivelando estes de 2 a 9, o G5 passa no teste com o primeiro arranhão a registar-se no nível 6, onde a maioria dos smartphones topo de gama registam estes riscos, o que é desde logo um bom sinal para este terminal gama-média.

Já quanto ao sensor de impressões digitais, este não é em vidro. Em vez disso, podemos encontrar uma fina película de plástico que protege bem o sensor, e mesmo riscado não deixa de funcionar.

Quanto à construção, tanto ecrã como câmaras estão protegidos por bons painéis de vidro, pelo que serão bem resistentes a pequenos riscos de metais. Já o painel traseiro, que a Motorola publicita como sendo em metal, deixa um pouco a desejar.

Como se pode constar pelos testes do JerryRigEverything, apenas a parte central da capa traseira é em metal, enquanto que no topo de em baixo é composta por plástico, tal como as laterais do dispositivo e os seus botões.

No teste de exposição do ecrã ao calor, feito com um isqueiro apontado ao mesmo, a tela aguenta 15 segundos até começarem os pixeis a escurecer. Sendo uma tela LCD, os pixeis recuperam ao fim de alguns segundos, como constata o autor do video.

Vê também: Feita história: Space X reutiliza pela primeira vez um foguetão com sucesso

No teste final, onde é feita pressão de ambos os lados do terminal para o dobrar, vemos que este é bem resistente, não quebrando o ecrã. Quando dobrado pelo lado da tela, pouca é a curva que faz, o que nos mostra o quão resistente este pequeno Motorola realmente é.

Surpreendeu-nos o Moto G5 ao passar pelos testes do JerryRigEverything. Apesar de ter um custo bem em conta, é muito bem construído e está preparado para algumas adversidades que os seus utilizadores possam ter.

Entretanto, dá uma olhada ao video em si, que é a melhor forma de comprovar tudo o que foi dito acima.

Outros temas relevantes:

Xiaomi Mi6: Novas imagens, mais Dual-Câmara!

Crescimento da Huawei começa a abrandar… e a culpa, é de quem?

BlackBerry KeyOne: Lançamento para as lojas é adiado

FonteJerryRigEverything (Youtube)
Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.