MIUI 12.5 disponível para estes dois smartphones antigos da Xiaomi

Rui Bacelar
Comentar

A terceira maior fabricante mundial de dispositivos móveis continua a distribuir a mais recente versão da sua interface, a MIUI 12.5. É esta a nova versão que os utilizadores podem razoavelmente esperar nos smartphones Xiaomi, mesmo nos mais antigos.

Prova disso é a disponibilização desta atualização para equipamentos como o Xiaomi Mi Max 3, bem como o Xiaomi Redmi 7. Ambos os dispositivos têm já vários anos no mercado, mas como o prova esta nova distribuição, não foram esquecidos pela marca chinesa.

A Xiaomi faz chegar a MIUI 12.5 a cada vez mais smartphones

Xiaomi Mi Max 3
O smartphone Xiaomi Mi Max 3 foi apresentado em julho de 2018.

A Xiaomi começou assim a distribuir atualização MIUI 12.5 na China para os smartphones Redmi 7, apresentado em março de 2019 e Mi Max 3, apresentado em julho de 2018.

Importa frisar que, tal como o confirma a fabricante, as atualizações chegam com os números de compilação V12.5.1.0.QFLCNXM e V12.5.1.0.QEDCNXM, respetivamente.

De igual modo, é importante frisar que ambas as compilações se referem a versões Beta (versões de teste). Desse modo, as compilações não estarão disponíveis para o grande público, apenas para um punhado de utilizadores selecionados.

Versão estável global chegará nos próximos dias a ambos os smartphones Xiaomi

Xiaomi Redmi 7
O smartphone Xiaomi Redmi 7 foi apresentado em março de 2019.

De qualquer modo, é a confirmação da atualização para ambos os modelos, não devendo tardar até estarem finalizadas também as versões estáveis e globais. É uma medida deveras salutar, mantendo vivos e atualizados estes smartphones mais antigos.

Em particular para o Xiaomi Mi MAX 3, um telefone lançado em 2018, então com a MIUI 9 baseada no Android 8.0 Oreo. O terminal viria a receber as versões subsequentes como a MIUI 10, MIUI 11, bem como a MIUI 12 que se esperava a última.

Agora, terá uma última grande atualização que pode aumentar o seu desempenho em até 20% e reduzir o consumo energético em até 30%. Não cremos, contudo, que possa receber a próxima versão, a MIUI 13 com base no histórico da fabricante.

Já o Redmi 7, apresentado em 2019 com a MIUI 10 baseada no Android 9.0 Pie seria atualizado para a MIUI 11 e MIUI 12. Agora, também ele está prestes a receber a MIUI 12.5, mas não deverá estar entre os dispositivos que receberão a MIUI 13.

Por fim, numa nota pessoal, é mais um caso que abona a fabricante de Lei Jun. Um ótimo testemunho para o seu histórico de atualização de smartphones, garantindo que o investimento feito pelos utilizadores é protegido longo anos após a sua chegada ao mercado. Ambos os smartphones têm mais de dois anos e, mesmo assim, recebem atualizações de sistema.

A Xiaomi é, no que às atualizações diz respeito, um bom exemplo a seguir neste mercado.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.