Lumia 950 e 950XL com Windows 10 Mobile da Microsoft Smartphones
Os smartphones Lumia 950 e 950XL com Windows 10 Mobile da Microsoft

A Microsoft confirmou, finalmente, aquilo que ninguém queria ouvir. O Windows 10 em ARM não ficará disponível para os smartphones que correm hoje Windows 10 Mobile.

Desta forma, os utilizadores, que são vários – visto que os dois flagships estão à venda desde o final de 2015 -, dos Lumia 950 e 950XL pensaram – na sua maioria – que se receberiam as mais recentes e aguardadas novidades da Microsoft. Pois bem, não será isso que acontecerá, de todo. E é algo que, embora já fosse algo expectável para quem estava de fora, não era sequer passível de ser dito ou verbalizado porque podia ser sinónimo de “mau olhado”.

Vê ainda: LG V30: Nova imagem revela como será o design do phablet

   

Quem confirmou esta notícia foi mesmo Joe Belfiore, dizendo que a experiência do Windows 10 em ARM é como aquela que se tem num PC, não num smartphone. O que isto quer dizer é que há, de facto, hardware mínimo necessário para que essa realidade possa funcionar corretamente e que, por razões óbvias, não corresponde ao dos atuais smartphones com Windows 10 Mobile.

Neste momento, questionam-se os utilizadores dos seus Lumias, ou até o HP Elite X3, sobre o que acontecerá com os seus terminais? Ora, eles continuarão a receber atualizações, atualizações essas que não serão mais do que simples correções de pequenos bugs. A única novidade, se é que se pode apelidar disso, será o CShell cujas funcionalidades são bem-vindas, mas que não se pode dizer que seja nada por aí além.

Só a Microsoft conseguiria uma proeza destas com os seus smartphones com uma versão do Windows 10 que nunca chegará até eles…

Quanto às aplicações, o Windows 10 Mobile continuará a fazer uso das aplicações universais (UWP). Como estas continuarão a ser um foco por parte da Microsoft, então as aplicações que cheguem à Windows Store deverão ser também elas passíveis de serem instaladas nos smartphones. Por isso, até aí, a diferença não é tão grande quanto isso.

Assim, para finalizar, mais uma vez, o problema persiste. Não se sabe o que a Microsoft fará efetivamente no futuro. E é a incerteza que, pelo menos a nível Mobile, tem levado a empresa ao “fim da linha” uma e outra vez. Já agora, deixa a tua opinião nos comentários. A Microsoft é para ti a principal culpada do seu insucesso na área Mobile?

Outros assuntos relevantes:

Honor 9 Premium com 6GB de RAM será comercializado na Europa

Samsung Galaxy J5 2017 e Galaxy J7 2017 recebem importante atualização

Lenovo atualiza o ZUK Z2 e o Lenovo P2 para o Android Nougat

FonteWindows Central
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.