Microsoft Band - Suporte de ambas as versões terminará em breve

Daniel Pinto

A Microsoft não teve, como poderás saber, o sucesso que desejava no mercado da tecnologia móvel, bem como nos wearables. A Microsoft Band, por sua vez, foi só mais um exemplo disso mesmo.

Com efeito, a empresa norte-americana veio agora confirmar que deixará de suportar as pulseiras de geração 1 e 2 que outrora colocou no mercado. E o mesmo acontecerá já a partir do próximo dia 31 de maio. Isto é, a partir daí, as Microsoft Band serão meros acessórios de estilo, se é que se podem considerar como tal.

Microsoft Band

Em contrapartida, a empresa de Redmond acabou por sublinhar dois aspetos acerca da sua decisão. Em primeiro lugar, os dados como passos, frequência cardíaca e algo mais. Contudo, há um senão.

Microsoft Band 1 e 2 já são antigas e foram pouco utilizadas...

Os utilizadores poderão fazê-lo por um período ilimitado, desde que, após a data apresentada, não reiniciem o dispositivo por qualquer motivo. Ou seja, sob a forma de uma reposição de definições, diga-se.

Por outro lado, a Microsoft assegurará a recompensa dos utilizadores atuais da Microsoft Band 1 e 2 que tenham sincronizado dados seus entre os dias 1 de dezembro de 2018 e 1 de março de 2019. Ou seja, estes serão recompensados pela entrega dos seus terminais.

No caso daqueles que usam a Microsoft Band 1, o valor fixar-se-á em cerca de 80 dólares, 175 dólares para os utilizadores da versão seguinte. Isto é, montantes bastante aceitáveis, tendo em consideração a idade dos dispositivos.

Assim, recomenda-se os poucos utilizadores das pulseiras da empresa de Redmond a procurarem alternativas, compatíveis com os dispositivos Windows e não só (se for esse o caso).

De resto, fica atento(a) às notícias aqui, em 4gnews.pt, para que não percas nenhum detalhe acerca deste e de outros temas totalmente falados em português.

Editores 4gnews recomendam:

Microsoft Excel para Android recebe nova funcionalidade brutal

Microsoft Store – Gravador de Voz para Windows está quase perfeito

Fortnite: Epic poderá ter copiado Skins de Call of Duty

Fonte