Microsoft

A Microsoft começou o mês de maio da melhor maneira e, com um terço do mês decorrido, a empresa de Redmond vai revelando boas novidades na Build 2017 que está a correr em Seattle.

Vê também: Top 5 Smartphones mais vendidos no primeiro trimestre de 2017

   

De facto, a conferência dedicada aos programadores revelou-se positiva para esses logo no momento em que a Microsoft afirmou a quantidade de utilizadores que diariamente já utilizam o Windows 10. Esse número sobe agora 500 milhões, mais 100 que no passado mês de setembro.

500 milhões contando com todas as plataformas

Contudo, esse meio milhão de utilizadores tem que ver não só com o Windows por si só, mas também com os restantes serviços da gigante americana, nomeadamente o HoloLens, Xbox ou mesmo Windows 10 Mobile. Para além desse número geral, e visto que a Build 2017 também incidia sob a Cortana e as novidades que nessa serão implementadas, sabe-se que cerca de 141 milhões de pessoas a utilizam.

Tendo em atenção que se passaram dois anos desde que o Windows 10 foi lançado e que, até agora, apenas – passe a expressão – 500 milhões de utilizadores o possuem, então estes dados poderão ser menos positivos do que se possa pensar. Ou seja, quando apresentou a última versão do Windows e a tornou pública, a Microsoft tinha como objetivo alcançar 1 milhar de milhão de utilizadores ao final de três anos, ou seja, 1 bilião no Brasil.

Vê ainda: Windows 10 S já foi anunciado e promete bem mais do que se esperava!

Decorridos dois terços desse tempo, a quantidade de utilizadores fica-se pela metade. Contudo, não é nada mau visto que a própria empresa já adivinhava isso mesmo. O que é certo é que, desde então, o Windows 10 tem evoluído consideravelmente, para melhor e ao que parece é assim que continuará daqui para a frente.

Outros assuntos relevantes:

Galaxy S8 com Windows 10 Mobile? Só acredita quem quiser!

Atualização do Windows 10 S para o Windows 10 Pro terá um preço agradável

Windows Phone está morto mas isso já todos sabíamos

FonteWindows Central
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.