Mi Band 5: já se trabalha na sucessora da Xiaomi Mi Band 4! O que podemos esperar?

Filipe Alves
Comentar

O diretor da Huami, empresa que fabrica a Xiaomi Mi Band 4 (e todas as outras) em conjunto com a Xiaomi, já referiu de forma oficial que já estão a trabalhar na futura Mi Band 5.

De acordo com as informações, a nova smartband da Xiaomi chegará no final do próximo ano. Infelizmente ainda não foram dados detalhes sobre a nova pulseira, ainda assim, podemos especular com rigor aquilo que se espera da Mi Band 5.

Xiaomi Mi Band 4 Mi Band 5

Xiaomi Mi Band 5 deverá ter leitor de eletrocardiograma (ECG)

O Apple Watch foi o primeiro a oferecer esta funcionalidade e acredita-se que continue caro demais para introduzir numa smartband de baixo valor. Certamente por isso a Xiaomi Mi Band 4 não contou com a funcionalidade.

Ainda assim, espera-se que a característica não passe ao lado da sua sucessora. O ECG ainda é olhado de lado pelos médicos de todo mundo, por não oferecer dados corretos. Porém, é uma característica que nos dá uma ideia mais concreta da nossa saúde e ainda que não seja 100% ajuda-nos a perceber se alguma coisa não está bem.

Medidor de oxigénio no sangue é também esperado para a Xiaomi Mi Band 5

Esta funcionalidade já está implementada na concorrente Huawei Honor Band 5 e tudo indica que a Xiaomi igualará a funcionalidade na próxima pulseira inteligente.

Xiaomi Mi Band 4 está a ter sucesso

Depois de ser revelada em junho, a Xiaomi Mi Band 4 continua a ser vendida como seria de esperar. Sendo que é uma das pulseiras inteligentes mais sofisticadas e com um preço apelativo.

Neste momento a Xiaomi Mi Band 4 pode ser comprada por 32€ e acredito que venha a ser uma das melhores compras tecnológicas que possas fazer neste momento.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.