Meizu M3E foi apresentado oficialmente com Helio P10 e um corpo metalizado

Carlos Oliveira

Tal como já era de esperar, a Meizu apresentou hoje um novo terminal, o Meizu M3E, que apesar de possuir uma denominação diferente daquela que foi sendo rumorada, a sua qualidade de construção e especificações corresponderam às expectativas.

Vê também: Meizu M3 Note, este não deixa de ser um equipamento super elegante. Possui uma estrutura toda ela feita de metal, medindo 153.6 x 75.8 x 7.9mm e pesando 172 gramas.

Se o seu exterior deixa deslumbrada qualquer pessoa, também no seu interior temos coisas muito interessantes, principalmente se levar-mos em conta o preço a que o mesmo estará para venda. Com efeito, temos um processador MediaTek Helio P10, um ecrã IPS de 5.5 polegadas FHD, 3GB de RAM e 32GB de memória interna expansível.

Já no seu departamento fotográfico, veremos um sensor traseiro Sony IMX258 de 13MP, com uma abertura focal de f/2.2 e focagem automática, e na parte frontal um sensor de 5MP, com uma abertura focal de f/2.0. Veremos ainda o habitual sensor de impressões digitais da Meizu incorporado no botão home frontal do equipamento e uma bateria com tecnologia de carregamento rápido de 3100mAh.

No que respeita ao sistema operativo deste Meizu M3E, não estamos perante nenhuma versão específica do Android, mas sim perante o Flyme OS que resulta de uma combinação de uma versão alterada do Android com o YunOS.

Para terminar, importa referir que este novo Meizu M3E estará disponível num total de cinco cores, sendo elas o Azul, Cinzento, Dourado, Prata e Rosa Dourado. Quanto a preços, o mesmo terá um etiqueta a rondar os 200€.

Talvez queiras ver:

  • MediaTek apresenta oficialmente o processador Helio X30
  • Nexus 5P Sailfish dá um salto pelo AnTuTu mostrando algumas especificações
  • Xiaomi Redmi 4 poderá ser apresentado ainda este mês com um Snapdragon 625

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.