Britain-BlackBerry-logoBlackBerry Passport trouxe algo verdadeiramente novo à marca canadiana, devido à sua aparência, funcionalidade e robustez. Por muito estranho que seja, este dispositivo marcou o início da recuperação da companhia.

Já não tínhamos notícias da BlackBerry há alguns dias mas o seu CEO veio a público afirmar que a companhia conseguiu inverter a maré, conter as perdas e voltou a concentrar-se nos lucros. Isto graças ao sucesso do BlackBerry Passport, este estranho dispositivo cujo público alvo é o segmento empresarial, conseguiu tirar a BlackBerry das ruas da amargura.

Quais os motivos para o sucesso deste terminal? Inovação, um formato peculiar, todas as particularidades que fizeram a marca outrora grande estãojohn-chen BlackBerry reunidas e actualizadas, neste BlackBerry Passport que já esgotou por duas vezes no site da marca e já tem uma sequela garantida. No entanto, o CEO também disse que apenas produzem quantidades limitadas de equipamentos para não correrem o risco de acumular stock.

   

Por muito lenta que possa vir a ser esta recuperação uma coisa é garantida, a marca canadiana é agora oficialmente uma sobrevivente e o pior já passou para a outrora gigante do mercado de smartphones. Um título que perdeu, um prestígio do qual foi despojada e uma marca que quase morreu com o advento do Apple iPhone e dos touchscreens em detrimento dos teclados físicos QWERTY.

As encomendas do BlackBerry Passport continuam a aumentar, é o primeiro terminal que conjuga especificações de topo, como um Snapdragon 801, 3GB de RAM, uma câmara de 13 MP e uma enorme bateria de 3450 mAh, com algumas das relíquias do passado, como um teclado QWERTY (que recebeu o devido update).

Quanto aos planos para 2015, John Chen ainda não finalizou a agenda para o próximo ano mas devemos ver alguns dispositivos interessantes, como um dispositivo com teclado deslizante, um híbrido. Além, claro está de uma nova geração de BlackBerry Passport, o ainda não anunciado BlackBerry Classic e um BlackBerry Z3.

“Nós vamos sobreviver enquanto empresa, quanto a isso estou bastante confiante. Estamos a gerir bem a cadeia de fornecimento, os inventários,  estamos a gerir bem o dinheiro e temos as despesas bem controladas. A BlackBerry sobreviveu, agora podemos concentrar-nos no crescimento e no lucro.”- John Chen, CEO da BlackBerry.

E tu, ainda acreditas na BlackBerry?

Talvez queiras ver:

Queres ser o MAIOR? Então informa-te em como o ser aqui!

Deixa a tua opinião nos comentários, um Like na página do Facebook  e Subscreve o canal no Youtube .

Aplicação para Android 4Gnews.pt
Windows Phone  4Gnews.pt 8 e 8.1
Fonte &via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).