Joe Belfiore - Microsoft não investirá mais no Windows 10 Mobile

Pedro Henrique
Microsoft Windows 10 Mobile 4gnews
A Microsoft abandonou o seu Windows 10 Mobile

Joe Belfiore é uma cara bem conhecida para aqueles que foram os fãs do Windows Phone e depois do Windows 10 Mobile. Na Microsoft há bastante tempo, Joe foi, durante muito tempo, a ligação entre os planos de Redmond, para o seu sistema operativo móvel, e os seus utilizadores.

No entanto, depois de algum tempo desaparecido, teoricamente em férias, e do Windows 10 Mobile passar a ser algo raro de se falar, eis que Belfiore voltou. Contudo, desta vez, em vez de uma boa notícia, ou algo que não parecesse muito mau, o norte-americano disse o que ninguém queria ouvir.

Vê ainda: OnePlus 5T – Relato exclusivo revela um lançamento já em Novembro

Tal como sempre fez, Joe Belfiore acabou por colocar várias publicações no seu Twitter e, entre elas, pode ler-se que o mesmo, como utilizador final, acabou por trocar o seu Windows 10 Mobile phone por um Android, devido a...aplicações e hardware.

Sim, mas essa foi só a primeira parte de uma pequena lista de tweets. Mais, ao dizer na sua publicação "escolhe o melhor para ti", recorda novamente todo aquele cenário que muitos tentam esquecer.

Ou seja, a Microsoft não mais investirá no Windows 10 Mobile, a não ser que o objetivo seja a correção do sistema operativo a nível de bugs e de segurança. Por isso, aquilo que há, atualmente, é o que haverá, para sempre.

Microsoft Windows 10 Mobile

Por outro lado, o Vice-Presidente do Windows afirmou até que esta não foi uma escolha Microsoft. Aliás, referiu ainda que houve várias empresas às quais a empresa ofereceu dinheiro para que fabricassem as suas aplicações para a plataforma. No entanto, o público alvo era reduzido demais para que essas se dessem a esse trabalho.

Portanto, para terminar, a estratégia da Microsoft é essa mesmo: conceder os seus serviços a todos os seus utilizadores. Estejam eles no PC e no smartphone, ou só no PC. O mais recente exemplo disso mesmo tem que ver com o Edge, que chegou ao Android e iOS em fase beta no último final de semana.

Este foi o adeus da Microsoft ao Windows 10 Mobile...

Como utilizador de um iPhone, que não usa o Chrome e acaba por se fixar ao Safari, a chegada do Edge é boa, visto que o PC onde escrevo este artigo é Windows e lá está, tem Microsoft Edge. O objetivo da companhia não é fazer os utilizadores mudar para usarem o que é seu, é fazê-los usar o que é seu, seja onde for.

Agora, este é, entre outras coisas, o futuro do Windows 10 Mobile, não o futuro da divisão mobile da Microsoft. Há uma (pequena) grande diferença nisso.

Outros assuntos relevantes:

Apple iPhone 7 é o smartphone mais vendido na 1.ª metade de 2017

Asus Zenfone 4 Max/Max Pro/Selfie/Selfie Pro com Android Nougat 7.1.1

Afinal quais são os melhores recursos do Android Oreo?

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.