iPhone sem carregador e auriculares na caixa? Sabe quanto a Apple já poupou

Bruno Coelho
Comentar

Foi uma das medidas mais polémicas da Apple nos últimos anos. Desde o lançamento dos iPhone 12, a fabricante de Cupertino deixou de colocar dois acessórios na caixa do smartphone que até aí faziam parte do ‘pacote’: carregador e auriculares.

Essa foi uma medida que imediatamente se estendeu a equipamentos mais antigos ainda à venda, e que veio para ficar. Agora são revelados os valores que a Apple já terá poupado com esta prática.

Apple já terá poupado quase 6 mil milhões de euros

De acordo com uma notícia do jornal Daily Mail, a Apple terá poupado qualquer coisa como 5 mil milhões de libras ao não colocar carregar e auriculares na caixa do iPhone. O equivalente a quase 6 mil milhões de euros.

caixa iphone

Inicialmente pensou-se imediatamente que a retirada destes acessórios da caixa do iPhone era apenas a Apple a pensar nos lucros. Mas a marca sempre alegou que essa retirada em conjunto com as caixas menores do produto se prendia com razões ambientais.

Com uma caixa mais pequena, a Apple também passou a conseguir colocar mais 70% de iPhones numa palete. O que significa que a cada envio, é este número de smartphones que a empresa consegue expedir a mais do que antes.

Segundo a Apple, esta medida permite à empresa reduzir em 2 milhões de toneladas as suas emissões de carbono anuais. O que significa retirar qualquer coisa como 500 mil carros da estrada.

No fundo, a ideia que fica é que a Apple terá removido estes acessórios da caixa para que pudesse poupar para os modem 5G. Recorde-se que os iPhone 12 foram os primeiros terminais com suporte para 5G da Apple.

Para os utilizadores que querem o carregador e auriculares da marca, significa que a empresa ainda lucra posteriormente com isso.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.