iPhone 17 pode apresentar uma novidade há muito desejada pela Apple

Mónica Marques
Comentar

Vamos esquecer os iPhone 15 e 16 e concentrar as nossas atenções no iPhone 17 que deverá ser lançado em 2025.

De acordo com os rumores agora divulgados, daqui a dois anos a Apple vai apresentar o primeiro smartphone com um chip seu com conectividade para comunicações 5G. Há muito que a empresa de Cupertino tem este desejo que poderá ser concretizado em 2025.

Chip 5G da Apple pode ser apresentado na série iPhone 17

Apple iPhone 14 Pro Max
Apple quer fabricar os seus próprios chips 5G para o iPhone e em 2025 pode concretizar este projeto Crédito@Apple

Há muitos rumores a circular no mundo Web sobre o iPhone 15 que chega em setembro de 2023. Também o iPhone 16 teve já a sua quota de revelações – ou suposições, se considerarmos que só chega ao mercado em 2024.

Mas agora surgiram os primeiros rumores sobre o iPhone 17 que só deverá ser apresentado pela empresa norte-americana em 2025, daqui a sensivelmente dois anos. E a primeira revelação não podia ser melhor para a Apple e dramática para a Qualcomm.

É do conhecimento público que a Apple quer reduzir a sua dependência de fornecedores, nomeadamente da Qualcomm. É também público que há muito que a empresa de Tim Cook pretende ter um chip seu com conectividade para comunicações sem fios (5G).

Agora, surge um rumor de que finalmente Cupertino conseguirá esse objetivo e vai apresentar o primeiro chip com conectividade 5G no iPhone 17. Este passo não só vai dar mais independência à Apple como também poderá reduzir, de forma significativa, os seus custos de produção.

De acordo com a informação divulgada, a Apple quer desenvolver um chip com comunicações 5G e sem fios. O que significa que vai deixar de trabalhar com a Qualcomm e com a Broadcom, atualmente responsáveis pelos chips presentes no smartphone da Apple.

Outra das novidades deste chip Apple é que será mais fino do que os atuais para deixar mais espaço para a integração de outros componentes como, por exemplo, baterias maiores. Segundo o rumor, o processador será também mais eficiente em termos energéticos.

Planos da Apple podem reacender guerra com Qualcomm

Mas estes planos da Apple vão, sem dúvida alguma, afetar as receitas da Qualcomm que atualmente é a fornecedora de chips 5G do iPhone. A fabricante de processadores tem na empresa de Cupertino uma importante fonte de lucro e não está disposta a “abrir mão”, tal como já o mostrou anteriormente.

Recorde-se que as duas empresas travaram batalha no campo judicial com acusações mútuas. A Apple afirmava que a Qualcomm cobrava valores demasiado elevados pelos componentes enquanto a Qualcomm chegou a acusar a Apple de violar patentes suas.

Posteriormente, ambas as empresa chegaram a acordo, com a Apple a fazer um pagamento elevado à Qualcomm e a renovar o contrato de fornecimento de chips 5G. Mas parece que a Apple manteve sempre os seus planos de independência e continua a trabalhar no seu próprio chipset 5G.

No próximo ano, poderemos ter informação mais concreta sobre se este chip 5G Apple irá ou não reacender a guerra com a Qualcomm.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt