iPhone 16 Pro poderá ser o iPhone que todos os fãs Apple desejam

Carlos Oliveira
Comentar

O conceituado analista Ming-Chi Kuo está de volta com mais uma previsão para o futuro dos smartphones da Apple. Desta feita, temos uma previsão a longo prazo que, fazendo as contas, deverá chegar ao mercado com o lançamento do iPhone 16 Pro.

Na sua mais recente publicação no Twitter, o analista revela quando deverá a Apple lançar um iPhone com ecrã sem nenhuma interrupção. Segundo o que ele acredita, tal acontecerá apenas em 2024.

I think the real full-screen iPhone will come in 2024. High-end iPhones in 2024 would adopt an under-display front camera alongside the under-display Face ID. A low-light condition is detrimental to front camera quality, and ISP & algorithm are critical for quality improvements. https://t.co/vWjeZYZUPK

— 郭明錤 (Ming-Chi Kuo) (@mingchikuo) 20 de abril de 2022

iPhone 16 Pro poderá ser o primeiro sem nada a interromper o seu ecrã

O lançamento de um iPhone sem nenhuma interrupção no ecrã implica o alojamento de importantes tecnologias por baixo do painel. Ou seja, o mesmo terá de contar com o Face ID e câmara frontal por baixo desse componente.

A implementação de ambas as tecnologias não será fácil, mas Ming-Chi Kuo avança que a Apple o deverá conseguir até 2024. Será nesse ano que colocará no mercado um dos seus smartphones mais arrojados e inovadores de sempre.

Algumas fabricantes do universo Android já introduziram a câmara frontal por baixo do ecrã, contudo, os resultados estão longe da perfeição. Isso é algo inaceitável para os parâmetros de qualidade da Apple, daí que a americana não tenha pressa para fazer o mesmo.

A Apple é conhecida por lançar tecnologia bem polidas para o mercado e que não influenciem negativamente a experiência de utilização dos seus produtos. Prefere adiar o seu lançamento a colocar no mercado algo inacabado ou sem qualidade.

Atendendo a essa filosofia, é cedo para ter certeza se a Apple irá mesmo conseguir lançar um iPhone deste género em 2024. Até lá, ela dispõe de dois anos para trabalhar nas tecnologias associadas até conseguir alcançar os seus padrões de qualidade.

Por enquanto, a americana irá substituir a controversa notch por uma solução igualmente pouco consensual. O objetivo passa pela adoção de um "buraco" e um orifício em formato de comprimido para alojar a câmara frontal e o Face ID dos iPhone 14 Pro.

Muitos consideram esta uma solução de transição, sendo o objetivo um ecrã sem nenhuma interrupção. Porém, se Kuo se revelar correto, ainda teremos de aguardar dois anos por esse momento.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.