iOS 11 já ultrapassou o iOS 10, enquanto Android Oreo ainda se tenta afirmar

Carlos Oliveira
iOS 11 leva uma grande vantagem face ao Android Oreo

Depois da desistência oficial da Microsoft e do seu Windows Mobile do mercado mobile, a luta faz-se agora a dois. Apple e Google são as eternas rivais no que toca a sistemas operativos para smartphones e importa agora saber os números do iOS 11 face ao iOS 10, bem como a quota de mercado que o novo Android Oreo já possui.

Embora sejam estes os dois lideres do mercado mobile, é sabido que os dois têm diferentes modos de propagação pelo mercado. De um lado temos um iOS que é desenvolvido e distribuído pela Apple para um leque de equipamentos que a própria concebe e comercializa.

Vê ainda: adoção por parte do mercado de ambos os sistemas operativos que estas diferenças são mais notórias. E é precisamente isso que farei no presente artigo, demonstrando a quota de mercado que ambos os sistemas operativos já foram capazes de alcançar.

Neste campo, a Apple é claramente a líder

Começando pelo SO da Apple, mesmo com todos os problemas que têm assombrado esta versão do iOS, o mesmo está já presente em 47.3% dos equipamentos ativos no mercado. Para efeitos comparativos, o seu antecessor tem agora uma quota de mercado de 46%. Uma diferença de apenas 1.3% mas que, para efeitos estatísticos, faz toda a diferença.

Android Oreo encontra-se claramente atrás do iOS 11, e até do iOS 10, na quota de mercado

Olhando agora para o seu principal concorrente, o Android Oreo, a diferença é abismal. Dentro do universo Android, a sua versão mais recente (8.0) está presente em apenas 0.2% dos equipamentos ativos.

Esta é uma quota de mercado que caracteriza o Android Oreo como uma gota no meio de um oceano. Neste momento apenas um punhado de equipamentos corre a mais recente versão do sistema desenvolvido pela Google. Certamente que este número irá subir nos próximos meses mas, ainda assim, muito dificilmente irá ultrapassar a quota de mercado do seu principal rival.

Uma nota de curiosidade para referir que o Android Marshmallow, lançado em 2015, é ainda a versão mais utilizada no mundo com uma quota de mercado de 32%.

Acredito que esta discrepância de números entre os dois sujeitos deste artigo não seja surpreendente para nenhum conhecer do mercado mobile. Com diferentes tipos de abordagem quanto à sua veiculação até ao mercado (acima descritas), o sistema da Google é aquele que claramente sai mais prejudicado neste quesito.

Outros assuntos relevantes:

Huawei Mate 10 terá mesmo uma versão especial Porsche Design

Razer Phone: tudo o que sabemos sobre o primeiro smartphone da Razer

À procura de um computador ou periféricos? Vê esta promoção

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.