Intel: Acionistas exigem medidas para combater Apple e AMD!

Abílio Rodrigues
Comentar

A Intel atravessa uma das maiores crises da sua história perdendo progressivamente a posição dominante de mercado a que nos habituou, vítima de sucessivos golpes por parte de algumas parceiras de longa data. Depois das notícias sobre a saída iminente do CEO Bob Swan, surge agora um ultimato feito por um fundo de investimento.

Segundo a Reuters a Third Point LLC veio a público pedir que os responsáveis da Intel respondam com vigor às ameaças da AMD, Apple, Microsoft e outras rivais. Este grupo de investimento detém mil milhões de euros em ações da Intel e isso coloca-os numa posição que lhes permite exigir mudanças no rumo da empresa.

Acionistas propõem mudanças para combater Apple e AMD

Uma das medidas propostas por este fundo de investimento é a separação das divisões de design e fabrico de processadores, investindo na procura de colaborações externas para a manufatura de chips.

A abertura das suas fábricas à produção de processadores de outras empresas é vista como uma vantagem, impedindo que o volume de produção seja progressivamente encaminhado para a Ásia.

No fundo, já que a Intel parece incapaz de melhorar as suas ofertas, ao menos que possa fabricar as soluções das suas rivais.

Esta medida enfrenta forte resistência dos diretores da Intel, mas a sua adoção pode ajudar a reduzir custos. Ainda nesse sentido é também mencionada a necessidade de maior critério nas aquisições, onde se têm gasto vários milhares de milhão de euros sem qualquer resultado prático.

Intel não consegue responder à concorrência

A marca ficou numa posição especialmente delicada depois de perder a liderança do mercado de processadores desktop para a AMD, estando também a ser ultrapassada pela TSMC e Samsung no volume de encomendas de chips para outros mercados.

A estrutura de fabrico da Intel tem tido grandes dificuldades para conseguir entregar aos seus clientes os processadores que eles tanto desejam, com boa parte do seu catálogo a ficar bem atrás daquilo que é já oferecido pela concorrência.

Se a subida de vendas de computadores portáteis ainda ajudou a Intel neste 2020 atípico, a empresa demonstrou uma gritante falta de capacidade para acompanhar a procura. Existe ainda a questão do prejuízo adicional causado pela perda de grandes clientes como é o caso da Apple que optou até por abraçar o fabrico dos seus próprios processadores.

A Third Point exige agora que a Intel tome medidas urgentes para explorar estratégias de negócios alternativas, resolvendo em primeiro lugar o seu "problema de gestão de capital humano."

Este pedido tem origem no facto da companhia estar a perder os seus maiores talentos para a concorrência, fruto de uma desmotivação generalizada com a situação atual.

Em carta enviada ao presidente da Intel, Omar Ishrak, é ainda feita referência à completa ausência da Intel do mercado de Inteligência Artificial. Este grupo teme que isso possa por em causa o acesso dos EUA a tecnologias de futuro e a uma cadeia de fornecimento de semicondutores que pode colocar o país numa posição delicada.

Editores 4gnews recomendam:

  • Monitor gaming da Asus é perfeito para jogar a 4K com HDR
  • RTX 3080 Ti com 20GB de memória? Asus confirma acidentalmente a sua existência!
  • Samsung Galaxy Book Flex 2 5G aparece em primeiros vídeos oficiais! Vê o unboxing
Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.