comscore comscore
Home Android

Huawei continua a crescer e tem tudo para ultrapassar a Samsung

A Huawei continua a crescer a olhos vistos e a Samsung vê cada vez mais a distância entre os dois a reduzir.

Antes de falarmos da Huawei e Samsung na Europa e Estados Unidos, vamos olhar para o maior mercado do mundo. A China vendeu em 2018 menos smartphones do que no ano anterior, contudo, a Huawei não conseguiu parar de crescer. Afinal de contas, o que tem a Huawei de tão especial?

Huawei continua a crescer e tem tudo para ultrapassar a Samsung

Se vives em Portugal certamente sabes a resposta. A Huawei é das poucas marcas que nos dá em loja física smartphones de qualidade a um preço aceitável. Ademais, a marca asiática encheu as nossas lojas com smartphones até dizer chega. Temos Huawei Nova, temos Honor, Y, P’s e Lites… Ou seja, uma carrada de smartphones que arruina qualquer possibilidade de concorrência.

Huawei ultrapassará a Samsung mais cedo ou mais tarde!

Mas o mercado mais importante da Huawei não é a Europa. O mercado mais importante é a sua terra Natal, a China. As mais recentes informações da Canalys e Counterpoint mostram porque é que a Huawei tem de ser levada a sério. Aliás, o crescimento mostra-nos porque é que a Huawei será um perigo para o domínio da Samsung.

Numa altura em que o mercado na China contraiu, a Huawei conseguiu, mesmo assim, crescer 7% na cota de mercado e crescer 16% nas vendas no geral.

Os gráficos que podemos ver abaixo podemos observar que só a Vivo é que conseguiu vender mais do que no ano anterior. Isto claro se olharmos as previsões da Canalys. Se deitarmos o olho na Counterpoint vemos que nem a Vivo sobreviveu à redução de mercado. 

Ou seja, números à parte, a Huawei estabeleceu uma estratégia que a Samsung se recusou a fazer. Isto é, a marca chinesa lançou dezenas de smartphones que seguiam tendências diferentes. “A moda é notch? Lançasse notch!”, “a moda é buracos no ecrã? Lançasse buracos no ecrã”. A Huawei seguiu a tendência em todos os setores, não só nos topos de gama.

Algo que está neste momento a custar à Samsung. Que se manteve firma na revelação de um smartphone com notch. Valeu-lhes de pouco porque acabaram por o fazer um pouco mais tarde do que deviam.

Em suma, a diferença entre as empresas é que a Huawei não está aqui para ser a “mais original”. A marca está no mercado para vender! E está com uma atitude bem mais pro-ativa que a Samsung.

Editores 4gnews recomendam:

Motorola P40 chegará com processador Samsung e Android One

Brawl Stars rende quase 100 milhões de euros em apenas 60 dias

Xiaomi Mi 9: Imagens reais do próximo topo de gama

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.