Huawei P9 Plus : Análise / Review em Português

Rui Bacelar

"Se eu vi mais longe foi por estar sobre os ombros de gigantes", palavras de Sir Isaac Newton que se podem perfeitamente aplicar a este Huawei P9 Plus dos demais? Vamos descobrir.

Design e qualidade de construção

O Design é um ponto de avaliação marcadamente subjectivo, contudo, creio que qualquer pessoa ficará intrigada com este design tão simples e, ao mesmo tempo tão sóbrio e elegante do Huawei P9 Plus apresenta-nos a faixa negra onde repousam as suas câmaras de 12MP, flash Duplo e a insígnia da Leica. Mais abaixo, cuidadosamente recortado no metal temos o leitor de impressões digitais (sensor biométrico) que funciona na perfeição. Rápido, fiável, útil.

Performance

Pontuação da AnTuTu

Atentemos agora na Performance e Desempenho do Huawei P9 Plus vem equipado com um processador da Huawei, o Kirin 955 que tem 8 núcleos de processamento com velocidades até 2.5Ghz. É acompanhado pela gráfica Mali-T880 MP4, além de 4GB de memória RAM e 64GB de memória interna expansível via microSD até 256GB.

As suas especificações num vislumbre:

  • Ecrã de 5.5 polegadas Super AMOLED
  • Resolução FHD 1080p com 401ppi
  • Processador Kirin 955 octa-core a 2.5Ghz
  • 4GB de memória RAM
  • 64GB de armazenamento interno expansível via microSD
  • Bateria de 3400 mAh
  • Android 6.0 Marshmallow (EMUI)
  • Câmaras de 12MP e 8MP

Seja para o Pokemon Go, jogos mais pesados como o Asphalt 8, vídeos no YouTube e qualquer outro tipo de aplicações, este Huawei P9 Plus dá resposta a todas as tuas necessidades. Ele é rápido, não apresenta quebras de performance, abre jogos, ficheiros, documentos, aplicações e comunicações com extrema velocidade. Ora, a tal obriga o seu preço premium e felizmente não desilude!

Ecrã

O ecrã deste Huawei P9 Plus permite-te aceder mais rapidamente a alguns modos da câmara fotográfica, saltar para os Contactos favoritos, começar a escrever uma SMS para um dos teus contactos habituais, entre outros. De momento, a tecnologia Press Touch manifesta-se apenas nas aplicações de sistema. Desde a Galeria, Câmara, Contactos, Mensagens e mais uma mão-cheia de apps. Esta é uma daquelas funcionalidades sem a qual consegues viver perfeitamente mas, a partir do momento em que te apercebes da sua existência, passas a gostar de a utilizar frequentemente.

É certo que ainda há aqui muito espaço para crescimento e esperemos que os desenvolvedores apliquem esta funcionalidade a mais aplicações. O simples facto de o ecrã reconhecer diferentes níveis de pressão é algo que poucos smartphones Android apresentam. Por último, podes também ajustar o equilíbrio de cores, brancos e até alguns modos de imagem pre-definidos nas Definições.

Câmaras: Fotografia e Vídeo

Tal como o Huawei P9 Plus consegue capturar mesmo muita luz, mais do que a sua abertura de f/2.2 dava a entender.

Definições avançadas da câmara

Além disso, estes dois sensores permitem um melhor sistema de focagem. Isto é, o motor de processamento de imagem terá mais informação para se guiar e conseguir focar correctamente em cada ocasião. Além disso, também temos aqui o laser autofocus mas a principal "magia" ocorre graças à interação entre as duas câmaras. Algo que até permite (em pequena escala é certo), o efeito bokeh.

Por último, o modo Light Painting deste Huawei P9 Plus.

Autonomia

O Huawei P9 Plus tem uma boa bateria de 4300mAh não removível e a sua autonomia surpreendeu-me pela positiva. Além de termos aqui uma boa gestão da energia graças ao Android Marshmallow e os vários modos/perfis de consumo e modos de poupada de energia, ou os avisos de aplicações que estão a consumir muito e uma opção que te permite reduzir a resolução do ecrã para 720p HD que consegue aumentar consideravelmente o tempo em stand-by deste equipamento. Temos também uma tecnologia de carregamento rápido que consegue carregar esta bateria em pouco mais de duas horas, além do carregador rápido incluído.

Carregador rápido

Na prática, com um uso moderado, algumas comunicações, um pouco de jogo, um pouco de YouTube, brilho automático e sem me restringir em qualquer tipo de situação, conseguimos atingir aqui um dia e meio de utilização sem qualquer preocupação. Contudo, para uma utilização mais intensa a sua duração será de 1 dia, e se jogares Pokemon Go, consegues ter bateria para uma boa tarde de jogo contínuo.

Com um uso ligeiro conseguimos atingir aqui os dois dias de autonomia se fores um utilizador frugal. Por último, obtive aqui uma média de 4 horas e 30 minutos de ecrã ligado, resultados bons.

Conclusão

O Huawei P9 Plus para teste e a ti, prezado leitor, se gostaste da nossa análise, comenta e/ou partilha!

Talvez queiras ver:

  • Huawei e Leica manterão a parceria para o desenvolvimento da câmara do Huawei Mate 9
  • Samsung Gear S3 baterá na Europa no dia 4 de novembro com valores a rondar os 400€
  • Patente refere que a Samsung trabalha num smartphone com Android e Windows

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com