Huawei Nova 9 e Nova 9 Pro estão a caminho com processador Snapdragon

Carlos Oliveira
Comentar

Enquanto a Huawei não disponibiliza os seus topos de gama Huawei P50 fora da China, a marca esteve a desenvolver os seus novos gama média. Serão eles os Huawei Nova 9 e Nova 9 Pro, com apresentação agendada já para dia 23 de setembro.

Atendendo aos constrangimentos com que a Huawei se depara, os novos modelos acessíveis irão socorrer-se de processadores da Qualcomm. Dado recentemente confirmado através das primeiras imagens reais dos novos smartphones.

Huawei Nova 9

Huawei Nova 9 e Nova 9 Pro chegam a 23 de setembro

A poucos dias da sua apresentação na China, os Huawei Nova 9 foram vistos pela primeira vez. As imagens chegam-nos do seu país natal e revelam alguns pormenores dos novos dispositivos de gama média da Huawei.

A confirmação mais sonante é a utilização do processador Qualcomm Snapdragon 778G. Uma solução que visa contornar os vários impedimentos com que a Huawei se depara atualmente para marcar presença no mercado mobile.

Estes chips, tal com sucedeu com os Huawei P50, estarão limitados à conectividade móvel 4G. As sanções impostas pelos EUA impedem a tecnológica chinesa de aceder a tecnologia 5G com selo americano, inclusive de desenvolver os seus processadores Kirin com a mesma conectividade.

Huawei Nova 9

A solução passa, portanto, pela adoção de processadores da Qualcomm algo limitados para os padrões atuais. Todavia, o único senão é a ausência de ligações 5G, visto que todo o poder de processamento do Snapdragon 778G continuará presente nos Huawei Nova 9 e Nova 9 Pro.

As imagens partilhadas revelam igualmente a presença de 8 GB de RAM e o HarmonyOS 2.0.1 como sistema operativo do smartphone. Já no que concerne à sua memória interna, estarão disponíveis esquemas com 128 GB ou 256 GB.

Relativamente ao seu design, percebemos que a família Nova 9 terá um ecrã curvo nas laterais. As suas câmaras frontais estarão posicionadas no canto superior esquerdo, alojadas num punch-hole em formato de comprimido.

Resta saber qual será o futuro dos Huawei Nova 9 nos mercados internacionais. Devido à situação atual da Huawei, são poucas as esperanças para o lançamento destes equipamentos fora da China.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.