iPhone com Touch ID embutido no ecrã chegará mais tarde que o previsto

Carlos Oliveira
Comentar

Há anos que muitos utilizadores iPhone desejam o regresso do Touch ID aos dispositivos móveis da Apple. Durante alguns meses acalentou-se a esperança que esse sensor de impressões digitais pudesse chegar este ano, porém, tal não se confirmou.

Agora, um novo relatório da autoria do conceituado analista Ming-Chi Kuo vem desanimar ainda mais os utilizadores iPhone. Segundo ele, o desenvolvimento do Touch ID embutido no ecrã desses smartphones enfrenta novos problemas.

Touch ID no ecrã do iPhone só em 2023

Conforme as previsões de Ming-Chi Kuo, só com o iPhone 15, em 2023, é que a Apple deverá abraçar a tecnologia do sensor de impressões digitais embutido no ecrã. A razão para tal prende-se com contratempos no desenvolvimento da tecnologia.

iPhone 14

O conceituado analista Apple informa que a empresa americana deparou-se com um "progresso de desenvolvimento inferior ao esperado" na nova implementação do Touch ID. O resultado é o atraso de mais um ano, pelo menos, no lançamento dessa funcionalidade.

Com efeito, aquilo que Ming-Chi Kuo alerta no seu mais recente relatório é uma desilusão para os que já anseiam pelo iPhone 14. Isto porque alguns rumores muito precoces apontavam para que o Touch ID regressasse no próximo ano.

Este adiamento na implementação do Touch ID no ecrã do iPhone terá repercussões negativas nos resultados da Apple. Ming-Chi Kuo acredita que isso irá prejudicar as vendas dos smartphones da Apple em 2022 e 2023.

Para o iPhone 14 espera-se o desaparecimento da controversa notch

Relativamente ao que esperar dos iPhone 14, Kuo sustenta uma tese que irá agradar aos utilizadores. Segundo o que ele avança, a Apple irá mesmo livrar-se da notch que nunca foi consensual entre os seus utilizadores.

A alternativa passará pela adoção de um punch-hole ou uma perfuração no ecrã dos iPhone 14 para alojar a respetiva câmara frontal. Informação que corrobora os renders bem precoces que Jon Prosser divulgou mesmo antes da apresentação dos iPhone 13.

Com o Touch ID fora da equação, questiona-se qual será a solução da Apple no quesito da autenticação biométrica no próximo ano. Sem notch, a solução poderá passar pela inclusão dos componentes essenciais ao funcionamento do Face ID por baixo ecrã, dando seguimento a algumas patentes submetidas pela Apple.

Além de uma nova estética na parte frontal dos iPhone 14, Kuo avança com a adoção de um novo sensor de 48 MP. Sem especificar quais os equipamentos que o deverão receber, acredita-se que este possa ser o próximo ponto diferenciador dos modelos Pro do próximo ano.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.