Huawei Mate X2 deverá ser mais resistente que o seu antecessor. Entende porquê

Carlos Oliveira
Comentar

Uma nova patente submetida pela Huawei junto do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia mostra-nos como poderá ser o Huawei Mate X2. Caso esta patente seja aplicada neste equipamento, o novo dobrável da chinesa dobrará para dentro.

Importa relembrar que o Huawei Mate X dobra para fora, o que coloca o seu ecrã em constante exposição. Deste modo, este componente está em constante perigo, logo inverter a forma como este dobra irá aumentar a sua resistência.

Huawei Mate X2
Créditos: 91 Mobiles

Huawei Mate X2 terá suporte para uma stylus

Outro dado que rapidamente se destaca nesta patente é a presença de uma caneta stylus. Um acessório que bem conhecemos dos Samsung Galaxy Note e que representa um poderoso aliado para produtividade.

Este género de acessório faz todo o sentido num equipamento com um ecrã de grandes dimensões. No entanto, o mesmo deve ser acompanhado de um software capaz de tirar o maior proveito possível das suas capacidades.

A stylus poderá ser colocada numa barra lateral, que será também uma novidade no possível Huawei Mate X2. Esta barra lateral poderá ser utilizada como um ecrã secundário e albergará ainda uma dupla câmara frontal.

Já na traseira do equipamento marcam presença quatro lentes fotográficas. O Mate X original conta com três lentes que servem tanto de câmara principal como frontal, devido ao seu formato de dobra.

Huawei Mate X2 deverá chegar no outono

Se os rumores vierem a confirmar-se, o Huawei Mate X2 só será desvendado no terceiro trimestre deste ano. Uma calendarização que coloca a sua apresentação próxima da habitual revelação da linha Mate tradicional.

Muito pouco se sabe sobre este smartphone dobrável, pelo que esta patente poderá ser um grande Índico do que esperar desse dispositivo. Ainda assim, uma patente não é garante de que a tecnologia nela contemplada venha a ser aplicada.

Antes disso, é esperado que a Huawei apresente um Mate Xs já em fevereiro, na Mobile World Congress. Esta será uma versão melhorada do equipamento desvendado há um ano e que deverá ser dirigida ao mercado Europeu.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.