Huawei Mate 20 Pro: Marca reconhece problema no ecrã do smartphone

Filipe Alves

Huawei Mate 20 Pro: Marca reconhece problema no ecrã do smartphoneO Huawei Mate 20 Pro é um smartphone formidável em quase todos os aspetos. O equipamento mostra-se capaz de surpreender em muitos aspetos, um deles é no ecrã curvo.

O novo ecrã do smartphone da empresa chinesa tem dois fornecedores. Um deles é da LG e outro é a BOE. Ao que parece, só os ecrãs fabricados pela LG é que estão a ter problemas com "screen bleeding".

Vê ainda: Samsung. Equipamento dobrável poderá chegar às lojas no 2ª trimestre 2019

Ou seja, o ecrã do smartphone começa a ter mais luminosidade nos cantos do equipamento em vez do centro. Ainda que a Huawei tenha referido que isso "era normal", muita contestação aconteceu depois da resposta oficial.

Huawei Mate 20 Pro é um smartphone fantástico mas a resposta oficial ao problema deixa a desejar

Assim sendo, vamos recordar um pouco sobre o que se passa. Os novos Huawei Mate 20 Pro estão com os tais problemas e a resposta da Huawei sobre o assunto foi a seguinte:

“O Mate 20 Pro utiliza um ecrã OLED flexível, líder do setor, com cantos curvados com um design especial para uma experiência visual aprimorada e conforto. Isso pode levar a uma leve descoloração quando visto de diferentes ângulos.

Em condições de iluminação extremamente fracas, quando o brilho do ecrã é muito baixo ou quando se usa papéis de parede escuros, essas diferenças podem ser exageradas. Se a cor afectar o seu uso normal, leve o seu telefone ao centro de assistência ao cliente autorizado para assistência.”

Uma resposta obviamente questionável. Disse-vos no outro artigo e volto a repetir. Não aceitem "é normal isto acontecer". O smartphone custa 1000€ e é tudo menos normal. Pois bem, alguns utilizadores não aceitam a resposta da marca e na Finlândia começam mesmo a trocar os smartphones afetados. Um dos utilizadores que entrou em contacto com a Huawei referiu um pouco da sua história.

História de um cliente que não desistiu

"Eu liguei também (à Huawei), após 15 minutos no telefone com um agente, pedi para falar com um gerente, que também me leu a resposta oficial palavra por palavra. Logo depois de lhe explicar que não sou burro e sei que isso não é normal porque o problema é constante, ele referiu que tinha que ler a declaração oficial. Depois de mais 10 minutos, eles ofereceram-se para o reparar. Decidi enviar o meu telefone diretamente para a Huawei para ser reparado. É insultante nos dizer que o ecrã verde é 'normal'."

Assim sendo, podemos assumir que com um pouco de pressão o apoio ao cliente da Huawei está disposto a baixar os braços e aceitar o facto que esse é um problema.

Em suma, são estas pequenas coisas que me deixam a questionar a marca. Por muito que goste do Huawei Mate 20 Pro, se o meu equipamento tivesse este problema e me dissessem que era normal, ia ao fim do mundo para os provar do contrário.

Editores 4gnews recomendam:

Disney – Winter Soldier e Falcon terão a sua própria série

Samsung Galaxy S10 trará um leitor biométrico mais confortável de usar

Microsoft Lumia 950 e 950XL suportavam gestos inteligentes

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.