Huawei diz que não utilizará tecnologia dos EUA em 2021

Filipe Alves
1 comentário

Acredito que a maior parte das pessoas tenham ouvido falar sobre o problema da Huawei e do governo dos Estados Unidos da América (EUA). O Presidente Donald Trump não confia na empresa chinesa e decidiu banir as empresas norte-americanas de negociar com a empresa asiática.

Ou seja, peças vitais para o smartphone, incluindo o próprio sistema Android (mais precisamente a Play Store e Apps Google) teriam de estar fora do plano para os smartphones da Huawei.

Huawei Logo

Huawei quer independência e tecnologias americanas

Assim sendo, a Huawei passou rapidamente ao seu plano B. Primeiramente construir um sistema operativo totalmente independente da Google. Depois fazer com que as suas tecnologias não utilizem peças de empresas americanas. Atenção que com isso a Huawei terá de criar novas tecnologias que também não "pisem" as patentes das fabricantes dos EUA.

Segundo o Zhang Minggang, executivo da Huawei, a empresa acredita que até 2021 ficará totalmente livre de qualquer tecnologia de empresas americanas. Dessa forma, a empresa ficará responsável por si e nunca mais terá de passar por este tipo de problemas. A

"A Huawei prepara-se para o pior"

O executivo referiu ainda que a "Huawei prepara-se para o pior". Continuou dizendo "Em 2021, se a situação persistir, teremos nossas próprias tecnologias. Temos e precisamos de investir mais seriamente para ativar o nosso plano B." Terminou dizendo que "Seremos mais fortes do que antes!".

Um passo atrás para dar dois à frente

Pessoalmente acredito que esta situação chegou para acordar um pouco os fabricantes mundiais. As empresas não podem estar totalmente dependentes do Sistema Android. Não podem, nem devem, estar dependentes dos processadores Qualcomm. Está na hora das fabricantes recomeçarem a inventar.

Quem é que não tem saudades de pegar num novo smartphone e tudo ser diferente? Agora compras um equipamento e é exatamente igual a outro terminal de uma outra marca qualquer. Compreendo que isso é bom para quem não gosta de tecnologia e não tem paciência para aprender algo novo, porém, estamos seriamente a necessitar de mais opções. Principalmente no software.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.