Huawei continuará a apostar no mercado dos smartwatches

Carlos Oliveira
Huawei Watch 2 smartwatches
A Huawei não desiste deste mercado

As últimas semanas foram marcadas pelo rumor de que a Google se preparava para lançar o sua primeira aposta no mercado dos smartwatches. No entanto, tal não passou disso mesmo, o que levanta a questão de até que ponto as empresas tecnológicas estão interessadas neste mercado. No que respeita à Huawei, essa aposta é para continuar.

A empresa chinesa tem sido uma das mais ativas no mercado dos smartwatrches. Embora longe de possuir o domínio deste segmento, ela tem sido das poucas a lançar constantes novidades do género.

Vê ainda: Smartphone dobrável: Xiaomi e OPPO já escolheram o seu fornecedor

Com efeito, ainda este ano vimos ser apresentado um refrescar dos Huawei Watch 2. Estes novos modelos destacam-se, sobretudo, pela adição de novas conectividades, nomeadamente o 4G.

Ainda que seja precoce esperar já por novos modelos, tal não impede a empresa de nos elucidar face aos seus planos para este mercado. E foi precisamente isso que Richard Yu fez recentemente numa entrevista concedida à publicação Digital Trends.

Richard Yu afirma que a Huawei terá novos smartwatches

O presidente do departamento mobile da Huawei, referiu que existem planos para o lançamento de um novo smartwatch. No entanto, a calendarização para tal ainda não se encontra definida.

Todavia, o lançamento deste novo gadget não será feito de qualquer maneira. Foi referido que a Huawei irá, primeiramente, trabalhar com o intuito de nos oferecer algo que valha realmente a pena.

Huawei Watch 2

O objetivo é alcançar uma melhoria significativa que permita criar uma experiência de utilização muito melhor do que aquela que existe atualmente. A Huawei pretende criar smartwatches que sejam mais úteis, mais íntimos, mais funcionais e com maior autonomia.

Este último ponto é, na verdade, o principal defeito deste tipo de dispositivos. Assim sendo, o objetivo da empresa chinesa é criar um gadget cuja autonomia possa ser a suficiente para uma semana de utilização. Uma melhoria considerável face à média de dois dias que atualmente existe.

Estas são palavras bastante animadoras, mas resta saber até que ponto conseguirão elas ser cumpridas. Existem claras limitações físicas para a inclusão de determinado tipo de hardware e esse será o principal entrave à concretização de algumas destas promessas.

Editores 4gnews recomendam:

Android. Sony Xperia XZ3 com preço bem “puxado” na Europa

Fortnite para Android: Começam a chegar os primeiros convites para jogar

5 passos para instalar a Google Play Store e serviços Google num Xiaomi

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.