Huawei P10 Plus

Apesar do grande sucesso dos seus novos topo de gama Huawei P10 e P10 Plus a fabricante chinesa tem estado em destaque também por razões bastante negativas.

No entanto, a Huawei acabou por demonstrar um bom nível de humildade ao admitir os seus erros e talvez tenha dado um valioso passo para não perder a confiança dos utilizadores.

   

Vê ainda: LG G6 Mini é um smartphone que não me importaria de comprar!

O primeiro golpe sua imagem chegou com a ausência da película oleofóbica. Tendo sido depois explicado à 4gnews pela Huawei Portugal que os motivos para essa ausência foram puramente funcionais, para garantir o excepcional funcionamento do leitor de impressão digital.

Huawei P10 com o ecrã sem revestimento oleofóbico

O mais recente escândalo que envolveu a Huawei foi a sua prática pouco ética na substituição da memória em diferentes unidades do P10. Depois dos vários ataques por parte da comunidade online, Richard Yu – Mobile Chief da Huawei – partilhou na sua conta da rede social Weibo uma carta pessoal que demonstra grande humildade e aprendizagem com os erros passados.

Nesta carta, partilhada em primeira mão com os funcionários da Huawei, Richard Yu admite que a primeira posição tomada pela fabricante foi simplesmente inapropriada e arrogante. Revelando depois que todo este escândalo irá servir como um grande “abre olhos” e uma profunda lição para o futuro.

Será esta uma prova de pura humildade da Huawei?

Não há dúvida que esta carta escrita directamente por Richard Yu (abaixo do vídeo) demonstra grande capacidade da Huawei em admitir os seus erros e acartar com as responsabilidades dos seus atos. Resta-nos agora esperar para ver o que estes eventos irão alterar na abordagem da fabricante aos seus dispositivos e aos seus consumidores.

Por outro lado, irão certamente existir muitos utilizadores que irão ver esta carta como um puro plano de contenção, para tentar ao máximo reduzir as repercussões destes escândalos tanto na imagem da Huawei, como no número de vendas.

Mais uma vez, apenas o tempo irá conseguir provar a sinceridade (ou não…) desta carta, mas temos sempre de dar o benefício da dúvida. Muitas das grandes fabricantes irão ter grandes dificuldades em admitir de forma tão aberta os seus erros.

Outros assuntos relevantes:

Será a câmara dupla relevante nos smartphones de gama-baixa?

Oukitel U11 Plus: Está a chegar o phablet com 4GB de RAM e Android Nougat

HTC U 11 mostra o seu poder de processamento na Geekbench