sense touch HTC U 11
HTC U – Edge Sense

A HTC tem-se contido este ano no lançamento de smartphones, a empresa taiwanesa deu-nos o HTC U Play e U Ultra, ambos sem grandes perspectivas de sucesso num mercado tão competitivo.

Mas a icónica empresa não se quer ficar por aqui e aparentemente lançará em breve o seu novo topo de gama com o nome de HTC U 11. Este deverá ser o seguimento da linha “One” (nome que desapareceu) e o sucessor ao HTC 10.

Vê ainda: Meizu Pro 7: Nova imagem mostra dupla câmara

   
Alegadas especificações do HTC U 11
Alegadas especificações do HTC U 11

Mas se há uma coisa que a HTC é péssima, é a guardar segredos. De acordo com a nova imagem da alegada caixa do dispositivo, o HTC U 11 contará com o processador Qualcomm Snapdragon 835, 6GB de memória RAM, 128GB de memória interna, Dual-SIM e uma câmara principal de 12MP, com abertura f/1.7, UltraPixel e estabilização de imagem.

O smartphone trará um ecrã de 5.5″ polegadas QHD protegido por Corning Gorilla Glass 5, expansão via MicroSD com mais 2TB, resistência à água com IP57 e ainda “edge Sense”, uma tecnologia desenvolvida pela HTC que terá uma interação ao “apertares” o smartphone.

Será mais do que escusado dizer que este smartphone deverá ter tudo do bom e do melhor. O dispositivo da HTC merecerá respeito dos seus oponentes, contudo, continuo a achar que a HTC precisa um pouco mais do que apenas especificações para se destacar no mercado.

O HTC U 11 só precisa de um bom preço e um design agradável

Para além do design e das características, também o preço é algo relevante e honestamente não vejo a HTC a baixar o preço do HTC U 11 para um valor muito abaixo do Galaxy S8 ou LG G6.

Lembro que a Sony abriu os olhos este ano ao fazer do Sony Xperia XZ Premium por um preço vantajoso. O terminal com ecrã 4K e uma câmara única, chegará ao mercado por 750€ e pelas especificações e qualidade, este sim é relevante.

A HTC não terá muitas oportunidades para ser bem sucedida, já não vemos uma HTC forte deste o HTC One (M7), terminal que acabou por não ter um sucessor à altura.

Outros artigos relevantes:

HTC U11 mostra o seu poder de processamento na Geekbench

Google Pixel contará com o mesmo período de atualizações da gama Nexus

Google Pixel 2: São 5 os meus desejos para o próximo smartphone da Google