Homem culpa Apple Watch por lhe ter queimado o pulso (literalmente)

Filipe Alves

Apple watch recl

Relógios inteligentes, ou smartwatches, são gadgets que adoro, sejam eles #chinaaopoder ou mais carotes. Por causa deles deixei de usar relógios convencionais quando há dois anos comprei o meu primeiro pebble.

Quando a Apple entrou no negócio tudo mudou e a tecnologia evoluiu, a concorrência aumentou e os preços baixaram. Hoje é mais simples pores no pulso um relógio inteligente. Mas na tecnologia nem tudo é perfeito e às vezes as coisas podem dar para o torto! Já vimos pessoas a queixarem-se de smartphones explodirem e pegarem fogo mas desta vez a história é outra.

Apple watch recl 2

Segundo as informações deste homem Dinamarquês, o seu Apple Watch com a correia de metal simplesmente aqueceu tanto que lhe queimou o pulso. Segundo ele, sentiu o pulso quente e o cheiro a pele queimada. De imediato tirou o relógio, mas não conseguiu evitar as marcas bem visíveis. Uma testemunha refere que foi exatamente o que aconteceu e que, do nada, o relógio e a pulseira começaram a ficar quentes.

Apple watch recl3

Para ser honesto, não consigo imaginar um cenário onde o smartwatch e a pulseira aquecem de uma maneira tão alta e rápida, que deixe marca na pulso e, mesmo assim, não consigas sentir a tempo de o tirar. Mas também me custa imaginar um lunático a queimar o próprio pulso simplesmente porque sim.

A Apple ainda não respondeu a esta acusação e Jørgen Mouritzen, nome do homem afetado. Claro que se sente indignado e insatisfeito com o serviço pós-venda prestado!

Talvez queiras ver:

;)

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.