HBO versus Netflix: plataformas de streaming em guerra por novos assinantes

Mónica Marques
Comentar

Segundo dados agora divulgados, no último trimestre a Netflix terá perdido 200 mil assinantes. Mas as perdas podem ascender aos 2 milhões de subscritores ainda durante este ano.

Em contrapartida, a HBO conseguiu 3 milhões de novas subscrições apenas no último trimestre. É a guerra de audiências nas plataformas de streaming.

Netflix perde e HBO ganha novos assinantes

HBO Max televisão
A chegada do HBO Max a mais países terá conytribuído para o crescimento da plataforma de streaming

Recentemente, a Netflix divulgou o seu relatório financeiro trimestral e, tal como se previa, as notícias não são as melhores para a plataforma de streaming que registou uma queda acentuada no seu número de subscritores.

Segundo informações da própria empresa, apenas neste último trimestre a Netflix perdeu 200 mil assinantes. Número este que ainda durante este ano pode ascender aos 2 milhões, pelo menos assim são as estimativas internas da Netflix.

Mas para onde estão a ir estes assinantes? Para a HBO, se tivermos em conta o último relatório financeiro da empresa. A guerra de plataformas de streaming está ao rubro com os subscritores a passarem de um serviço para o outro.

Em 2021, a HBO terá conseguido quase 13 milhões de novos assinantes, três milhões dos quais durante este último trimestre – exatamente no mesmo período em que a Netflix perdeu 2 milhões de subscrições.

Claro que o facto de o HBO Max estar a expandir o seu serviço para mais regiões, onde Portugal está incluído, terá e estará a contribuir para o crescimento da plataforma. Por outro lado, a HBO está a lançar séries de destaque internacional, assim como vários novos sucesso do catálogo da Warner Bros, o que aparentemente está a conquistar muitos utilizadores. Anteriormente, foi a famosa série Guerra dos Tronos que colocou a plataforma no caminho para o sucesso.

Netflix e Disney Plus podem lançar planos mais baratos com anúncios

Recentemente, também foi noticiado que a Netflix irá tomar medidas para tentar conter a partilha de passwords dos seus serviços. Tudo para tentar evitar uma descida ainda mais acentuada na sua carteira de clientes.

Mas sabemos que estas medidas não vão ser bem-vindas e é previsível que a plataforma sofra consequências, se avançar com o plano de cobrar encargos extras aos utilizadores que partilham contas no serviço de streaming.

Entretanto, foi também noticiado que a Disney Plus pretende lançar planos mais acessíveis do seu serviço de streaming que vão ser patrocinados por anúncios. Estratégia esta que certamente levará a uma disputa ainda mais acérrima entre as três principais plataformas de streaming a nível global.

Até porque Reed Hasting, CEO da NetFlix, afirmou recentemente que a plataforma poderá também explorar o potencial de planos mais baratos que estejam apoiados na visualização de anúncios. Resta saber, de que forma a Netflix e a Disney Plus vão inserir espaços comerciais, que não sejam demasiado intrusivos, nas respetivas plataformas...

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.