GTA V na PS5: trailer gera polémica e fãs não perdoam

Bruno Coelho
Comentar

O Grand Theft Auto V ficará disponível para a PlayStation 5 em março do próximo ano, assim como a sua versão Online. O trailer mais recente do título gerou polémica, e os fãs não perdoaram a PlayStation nos comentários e nos “dislikes”.

Trailer de GTA V para a PS5 ultrapassa 181 mil "dislikes"

Segundo a PlayStation 5, o GTA V será relançado para a PS5 com “gráficos melhorados” e “jogabilidade aperfeiçoada”. Mas os mais de 196 mil utilizadores que colocaram “não gostei” no vídeo parecem não concordar.

É massivo o cenário de negatividade que este trailer está a levar e estende-se aos comentários. O principal comentário refere que não são notáveis diferenças face à versão da PS4. E para quem jogou essa versão do título, pode facilmente notar que é verdade.

Utilizadores criticam falta de novidades na versão remasterizada do GTA V para a PS5
Utilizadores criticam falta de novidades na versão do GTA V para a PS5

A saga GTA desperta muitas paixões. Tal como muitos jogadores por esse mundo fora, sou um fã do GTA V, que completei ainda na PS3. Mas graças à sua versão online, a Rockstar continua a espremer a sua popularidade na PS4 e parece não querer terminar por aqui.

É bom recordar que o GTA V foi primeiramente lançado em 2013, ainda para a PlayStation 3. E como demonstram as reações a este trailer, os utilizadores parecem estar fartos deste prolongamento de relançamentos do título.

Resta agora saber se esta onda se vai manter quando o jogo sair efetivamente para a PS5. Caso a Rockstar continue a verificar muitas compras na nova consola, só lhe dará razões para continuar a adiar o lançamento do tão aguardado sucessor desta saga.

A Rockstar continua a dar-nos as boas-vindas no regresso a Los Santos. Mas já está mais que na hora de se mudar de ares.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.