Gran Turismo 3: A-spec – Artigo de Apreciação ao GT3

Rui Bacelar
AMP, Tendências, Portugal, Tecnologia, Smartphones, Android, Android P, Google, mobile
A atmosfera de jogo, conjugada com os elementos da dashboard, produz uma experiência memorável…

Lembro-me muito bem deste jogo. Após, nesta última semana, ter regressado a GT3, continuo a considerar este, a par de Gran Turismo 2, como o melhor jogo de corridas que tive a sorte de experimentar. Este é o Gran Turismo 3 A-Spec da Polyphony Digital.

Passei horas incontáveis no modo GT. Tens um bom leque de carros para comprares e/ou personalizares (a nível de tuning). Tens vários campeonatos com várias restrições, em suma, só se fores um aficionado é que conseguirás completá-lo na totalidade.

Vê ainda: Kirin 980 da Huawei continuará a utilizar gráficas da ARM

Mas não te preocupes em conseguir 100% de conclusão. O jogo em si é muito diversificado, e não é algo que devas perder o teu tempo. Há algo para todos. Altamente agradável, músicas agradáveis, e gráficos à maneira, tendo em conta que foi lançado em 2001. Uma receita de sucesso…

Reiterando o que disse anteriormente; mesmo pelos padrões de hoje, Gran Turismo 3 A-Spec possui gráficos inacreditáveis e físicas de condução inigualáveis. A Framerate é suave, há muitos carros para escolher (apesar de ficar aquém comparado com GT2).

O que mais surpreende no Gran Turismo 3 A-Spec?

Tens uma gama completa de assistências de condução ajustáveis, com algumas das mais realistas que poderás encontrar em qualquer “racing game”.As licenças são divertidas e obteres a medalha de ouro é realmente difícil. Ao contrário da perspetiva de facilidade implementada nos jogos de hoje em dia. Os carros são extremamente detalhados e os controlos de condução são simples, responsivos e fazem com que cada curva, que cada travagem seja satisfatória.

Gran Turismo 3, Gran Turismo, GT3, Polyphony Digital, Playstation 2 AMP, Tendências, Portugal, Tecnologia, Smartphones, Android, Android P, Google, mobile
Fun fact: Nesta sequela, a licença de Rally tem a sua única aparição

O que podia ter melhorado em Gran Turismo 3 A-Spec ou GT3?

O catálogo de pistas considero ser o ponto menos bom de Gran Turismo 3. Isto devido a ausências notáveis como Red Rock Valley e High Speed Ring. Contudo ainda tens pistas como a Mazda Laguna Seca, e o Circuito do Mónaco (Côte D’Azur), que tem a sua estreia neste jogo.

A quantidade (e qualidade!) de conteúdo em GT3, o “replay value” que te proporciona, e a garra que de ti surge ao tentares bater os melhores tempos, vem consolidar a série com uma entrada que pode ser aproveitada a qualquer momento, com o passar dos anos.

A atenção ao detalhe combinada com a sua simplicidade, e complexidade oculta na tentativa de obter os melhores tempos, torna GT3 acessível, divertido e, acima de tudo, uma experiência gaming sem precedentes.

Se tivesse mais pistas, e um catálogo de carros um pouco maior, este seria o melhor simulador de todos os tempos!

Assuntos relevantes na 4gnews:

Motorola Moto C2 e Motorola One Power serão apresentados em breve

Nokia Phoenix pode chegar no fim do ano com o Snapdragon 710

Apple iPhone com ecrã LCD poderá chegar às lojas só em outubro

Artigo de Bruno Santos para a 4gnews

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).