Governo americano quer substituir todos os equipamentos da Huawei e ZTE

António Guimarães
Comentar

O governo americano, através do FCC (Comissão Federal de Comunicações), está a fazer um grande esforço para que as empresas de telecomunicações deixem de utilizar equipamentos da Huawei e ZTE. O FCC criou um programa de reembolso que visa substituir equipamentos e infraestruturas das empresas chinesas.

Presumidamente, o intuito é colocar equipamentos e infraestruturas de empresas que a FCC considere "de confiança". Como sabemos, a Huawei e ZTE são suspeitas de criar vulnerabilidades nos seus equipamentos para facilitar espionagem para o governo chinês. Estas suspeitas levaram ao banimento das empresas nos Estados Unidos.

Desta forma, parece que não existe volta a dar: é pouco provável que a Huawei e ZTE voltem a conseguir entrar no mercado norte-americano, seja através de telemóveis ou de infraestruturas.

zte

FCC está a recolher informações sobre a Huawei e ZTE

Além de incentivar as operadoras a trocar de equipamentos, a FCC está também a investigar e a recolher informações sobre todo o hardware presente no país, oriundo das empresas mencionadas. O diretor da FCC, Ajit Pai, afirma que a comissão pretende decidir final em relação à Huawei e ZTE.

Assim sendo, parece que essa decisão não será nada positiva. O diretor salienta ainda que o FCC "está a esforçar-se para identificar onde estão localizados os equipamentos destas fornecedoras, para que os possamos remover de forma eficaz".

A FCC está a questionar todas as operadoras sobre que tipo de hardware oriundo da Huawei e ZTE é utilizado. Adicionalmente, a comissão também está a questionar os custos associados em comprar e instalar novos equipamentos e infraestruturas. As operadoras têm até 22 de abril para responder às questões.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.