Google acaba de nos mostrar para que construiu a sua assistente! E não vais gostar!

Filipe Alves

A Assistente Google é provavelmente um dos produtos da empresa de Mountain View que mais gosto. Porém, a empresa americana acabou de mostrar as suas verdadeiras cores ao nos revelar de forma definitiva para que o é que a Assistente Google foi feita.

Não tenhas dúvidas, "se o produto é grátis, é porque tu és o produto". Porém, com as polémicas de privacidade dos utilizadores, a Google e outras empresas começam a ter mais problemas em fornecer os nossos dados a outras para nos vender publicidade.

Assistente Google publicidade

Ainda que a Google seja bem mais séria que um Facebook, a empresa americana vive de publicidade e a sua assistente também o vai começar a fazer.

Prepara-te para ter publicidade até dizer chega com a Assistente Google

Até ao momento se questionasses a tua assistente sobre restaurantes perto de ti, ou hotéis ou sobre o tempo lá fora, tinhas a resposta de pesquisa Google. Agora, a Google decidiu primariamente oferecer publicidades nas respostas da Assistente Google.

A integração de publicidades começou nos Estados Unidos e o pessoal do Android Police foi carinhoso o suficiente para nos mostrar o quão as respostas às tuas perguntas na Assistente Google estão cheias de publicidade.

Assistente Google publicidade

Aliás, as publicidades são tantas que para veres conteúdo terás de deslizar para baixo. O primeiro ecrã são só e apenas publicidades. No primeiro exemplo, o utilizador pergunta por hotéis perto de si e depara-se com publicidade do "booking.com" e do "hotwire.com" na primeira página.

No segundo exemplo o utilizador pergunta por casas para alugar em Florida e leva com 3 publicidades sobre serviços que prestam este tipo de serviço.

Ou seja, neste momento podemos assumir que as respostas da Assistente Google já não são propriamente as melhores na primeira página mas as respostas que pagam à Google para tal. Este tipo de medida fará também que locais mais pequenos como pequenos cafés, hotéis ou restaurantes, deixem de aparecer na primeira página devido à quantidade de publicidades.

Em suma, esta é mais uma jogada da Google. Ainda que não me importe com publicidades se forem destinada a mim, continuo a achar que no que toca à localização seja mais fiável mostrar aquilo que é importante e não quem paga mais.

Editores 4gnews recomendam:

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.